Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Entretenimento Terça-feira, 12 de Abril de 2016, 16:44 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 12 de Abril de 2016, 16h:44 - A | A

REAL MADRID AVANÇA

CR7 chama responsabilidade, faz 3 e classifica o Real Madrid à semi

UOL

Cristiano Ronaldo classificou o Real Madrid à semifinal da Liga dos Campeões nesta terça-feira (12), no Santiago Bernabéu. O artilheiro português fez os três gols da vitória por 3 a 0 sobre o Wolfsburg no jogo de volta das quartas de final da competição europeia e garantiu a vaga na próxima fase, revertendo os 2 a 0 da ida.

 

Uol

Cristiano Ronaldo

 

Classificado, o time espanhol aguarda agora o sorteio que definirá quem será o adversário na semifinal da Liga dos Campeões. O evento será realizado na próxima sexta-feira (15), em Nyon, na Suíça, às 6h30 (de Brasília).

 

Quem brilhou: Cristiano Ronaldo

 

O craque do Real Madrid apareceu mais uma vez de forma decisiva nesta edição da Liga dos Campeões. Perigoso quando recebia fora da área, o português fez estragos quando só teve que dar um toque na bola. Foi assim que ele abriu o placar e ampliou a vantagem, dois gols típicos de artilheiro e que o isolaram ainda mais na lista dos goleadores da competição (o último foi de falta). O camisa 7 alcançou a marca de 16 gols, vantagem confortável em relação a Robert Lewandowski, vice-líder com oito. Ele se aproximou também do seu recorde histórico na competição: 17 gols em 2013-14, campanha do décimo título do Real Madrid.

 

Quem foi mal: meia de origem, Vieirinha sofre na lateral

O português Vieirinha sofreu com seu conterrâneo Cristiano Ronaldo e quem quer que caísse no seu setor, o lado direito da defesa do Wolfsburg. Embora Bruno Henrique voltasse para marcar e a cobertura dos volantes Luiz Gustavo e Guilavogui estivesse boa, o lateral pareceu perdido em diversos momentos, deixando espaços para os adversários que caíam por ali.

 

Marcelo é discreto, mas se recupera de jogo ruim na ida

O brasileiro Marcelo foi alvo de críticas depois do jogo de ida, sofrendo na marcação de Bruno Henrique e aparecendo sem eficiência no ataque do Real Madrid. Na volta, o lateral esquerdo mostrou segurança em novo embate com Bruno Henrique, controlando o atacante rival e aparecendo melhor na frente. Carvajal foi o ala mais perigoso do Real Madrid, no entanto.

 

O desempenho do Real Madrid:

 

Os comandados de Zidane necessitavam de pelo menos dois gols marcados, os quais eles buscaram desde o primeiro minuto de jogo. O Real pressionou com e sem a bola, mas havia pouco espaço na defesa do Wolfsburg para criar chances perigosas. Induzindo erros na saída de bola do adversário, o time espanhol venceu Benaglio e desestruturou a estratégia montada pelos alemães. Os espanhóis tiraram o pé depois do segundo gol, dando chances aos rivais, que fizeram jogo duro. O número de finalizações não foi tão diferente (16 a 9) e a posse de bola foi bem distribuída (56 e 44). 

 

A atuação do Wolfsburg:

 

A vitória não era necessária, então o Wolfsburg se satisfez em esperar uma oportunidade aparecer para dar um bote e tentar marcar um gol fora de casa, que dificultaria a vida do Real Madrid. O plano foi mantido até os 17min do primeiro tempo, quando o Real Madrid igualou o placar da ida. A lesão do camisa 10 Draxler não ajudou, mas mesmo assim o Wolfsburg equilibrou as ações quando o Real diminuiu o ritmo. A partir do empate no placar agregado, o Wolfsburg tentou deixar o seu gol, porém parou em Navas, que teve fez boas defesas - embora nenhum milagre tenha sido necessário.

 

Real Madrid 3 x 0 Wolfsburg

 

Data: 12/4/2016

Local: Santiago Bernabéu, em Madrid (Espanha)

Hora: 15h45 (de Brasília)

Cartões amarelos: Cristiano Ronaldo (Real Madrid); Arnold, Luiz Gustavo, Dante, Vieirinha (Wolfsburg)

Gols: Cristiano Ronaldo aos 16' e 17' do primeiro tempo e aos 32' do segundo tempo (Real Madrid)

 

Real Madrid: Keylor Navas, Carvajal, Pepe, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric (Varane); Bale, Benzema (Jesé) e Cristiano Ronaldo

Técnico: Zinedine Zidane

 

Wolfsburg: Benaglio, Vieirinha, Naldo, Dante e Rodríguez; Guilavogui (Dost), Luiz Gustavo, Bruno Henrique (Caligiuri), Arnold e Draxler (Kruse); Schürrle

Técnico: Dieter Hecking

 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros