Economia Sábado, 24 de Setembro de 2011, 10:19 - A | A

Sábado, 24 de Setembro de 2011, 10h:19 - A | A

TECNOLOGIA

Novos relógios de pulso se inspiram em smartphones

Um dos aparelhos vai ter Android 1.6, tela sensível ao toque e acesso a aplicativos de música e e-mail

DA FOLHA DE SÃO PAULO

Divulgação

Ameaçado pelo hábito de ver a hora no celular, o relógio de pulso começa a recorrer a elementos inteligentes dos smartphones. Uma nova geração de empresas aposta em levar aos pulsos das pessoas pequenos computadores, com direito a apps, sistema operacional e Bluetooth.

Uma das companhias dando fôlego ao segmento é a italiana Blue Sky, que planeja apresentar no dia 25 de outubro o I'mWatch. O aparelho vai ter Android 1.6, tela sensível ao toque e acesso a aplicativos de música e e-mail.

O interesse da indústria pelos relógios inteligentes ganhou força na semana passada com Juha Pinomaa, antigo executivo da Nokia. Ele liderou um grupo de investidores na compra da Meta Watch, a divisão de relógios inteligentes da tradicional Fossil. O valor do negócio não foi divulgado.

A Meta Watch faz relógios com sistema operacional próprio, com um atrativo para quem tem afinidade por desenvolver aplicativos. Em seu site, a companhia oferece guias para hackear o relógio e atribuir funções a ele.

Embora inspirados por smartphones, os novos relógios não se arriscam a concorrer com a categoria. De forma geral, eles não têm conexão Wi-Fi e o acesso à internet ocorre via smartphone (o Bluetooth faz a ponte entre os aparelhos).

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros