Quinta-feira, 23 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

Economia Terça-feira, 14 de Maio de 2024, 16:30 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 14 de Maio de 2024, 16h:30 - A | A

Atividades turísticas crescem 0,2% em março ante fevereiro, diz IBGE

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O agregado especial de Atividades turísticas cresceu 0,2% em março ante fevereiro, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O segmento opera 2,3% acima do patamar de fevereiro de 2020, no pré-pandemia, e 5,3% abaixo do ponto mais alto da série, alcançado em fevereiro de 2014.

Na comparação com março de 2023, o volume de atividades turísticas no Brasil cresceu 0,5% em março de 2024, 36ª taxa positiva seguida.

Houve avanços em seis das 12 Unidades da Federação investigadas, com destaque para Rio de Janeiro (7,3%) e Bahia (16,9%), seguidos por Minas Gerais (3,7%) e Santa Catarina (8,8%). Na direção oposta, São Paulo (-1,7%), Distrito Federal (-8,5%) e Espírito Santo (-12,5%) exerceram os principais impactos negativos.

Transporte de passageiros

De acordo com o IBGE, o transporte de passageiros caiu 1,8% em março ante fevereiro. Com o resultado, o segmento opera 5,6% abaixo do nível de fevereiro de 2020, no pré-pandemia. O transporte de passageiros ainda opera 27,7% aquém do pico alcançado em fevereiro de 2014.

Já o transporte de cargas teve retração de 0,2% em março ante fevereiro. O segmento opera 33,5% acima do pré-pandemia. O transporte de cargas funciona em patamar 7,1% abaixo do recorde alcançado em julho de 2023.

As séries históricas do transporte de cargas e passageiros têm início em janeiro de 2011, com resultados apenas para o agregado do Brasil, sem dados regionais.

Na comparação com março de 2023, o transporte de passageiros recuou 9,6% em março de 2024, enquanto o transporte de cargas diminuiu 8,2%, interrompendo, 42 resultados positivos seguidos.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros