Cuiabanália Segunda-feira, 18 de Julho de 2011, 07:57 - A | A

Segunda-feira, 18 de Julho de 2011, 07h:57 - A | A

DANÇA

Tango é atração na praça 8 de Abril e Cine Teatro Cuiabá

"O tango é um pensamento triste que se pode dançar", afirmou certa vez o poeta argentino Enrique Santos Discépolo. O pensamento, no entanto, não é unanimidade. Carregado de mistérios e muito charme, o tango sobrevive dos sentimentos viscerais que provoca em pessoas em todo o mundo. Quem quer aprender, na prática, sobre o assunto uma boa pedida é a Oficina Tango no Cinema Internacional -quarta iniciativa da Série Movimentos. As aulas serão ministradas no Cine Teatro Cuiabá pelo bailarino e coreógrafo Hugo Daniel, que virá do país natal do ritmo direto para a Capital. Um verdadeiro presente aos apreciadores das canções de Carlos Gardel, Astor Piazzola, dentre tantos expoentes, com direito a aula inaugural pública na Praça 8 de Abril.

O Canyengue (bem antigo - da época em que o estilo era tocado apenas em bordéis), Milonga e Tango de Salão, todas essas modalidades serão contempladas pelo bailarino portenho, explica Rodinei Barbosa, que coordena o projeto. Ele passou algumas semanas em Buenos Aires para estudar mais de perto o Tango. Na cidade que conta com milongas por todos os cantos acompanhou de perto o trabalho de Hugo Daniel e a performance legítima de los hermanos. "Gostei muito do Hugo, especialmente por ser jovem e ter um estilo mais tradicional, ao contrário de outros da sua geração, que acabam indo para o lado do "show" com saltos das mulheres e tal. O verdadeiro milongueiro precisa mesmo é de agilidade nas pernas. O Hugo traz jovialidade na forma que ensina o tango, mas sem perder a raiz dos milongueiros", diz.

O tango, atualmente, vive um bom momento. Está forte no imaginário popular por conta do charme e do romantismo que provoca. "O mundo inteiro consome tango por ser esteticamente belo, além de emotivo e visceral. Mas nem sempre foi assim, o tango era tido como uma arte marginal, já que era restrito aos bordéis. Nesse sentido a figura de Carlos Gardel foi fundamental para revolucionar a história. Quando ele foi para a França e caiu nas graças dos parisienses, os argentinos passaram a encarar de outra forma. A elite argentina se rendeu ao tango. E o mundo, por consequência, também", explica Rodinei, que nos últimos meses vem pesquisando bastante sobre o assunto.

Ele conta que o objetivo é realizar intercâmbio de expressões artísticas internacionais para a capacitação de profissionais de dança e artes cênicas ou estudantes e comunidade em geral de Mato Grosso. A vinda de Daniel é uma articulação da Companhia de Dança Rodinei Barbosa e do Instituto Mato-grossense de Desenvolvimento Humano (IMDH). A primeira atividade da parceria foi a oficina Tango no Cinema, realizada no segundo semestre de 2010, que também resultou no espetáculo de dança Tango no Cinema. Em 2011, duas outras oficinas foram realizadas: Samba no Pé, em fevereiro, e Tango no Cinema II, nos meses março, abril e maio.

Formação plural - Hugo Daniel tem 40 anos e iniciou seu aprendizado em Danças Folclóricas com apenas 4 anos de idade, quando obteve o título de Maestro Infantil, no ano de 1984, pelo Instituto de Arte Folclórico da Argentina (IDAF). Continua com o curso de formação para bailarinos profissionais na Escola de Ballet Salta.

Atualmente possui especializações nas diversas áreas da dança: Tango, Folclore Argentino, Boleadoras, Salsa, Merengue, Rock n"roll e Acrobacia. Possui experiência internacional como bailarino de tango, como partners das renomadas bailarinas Margarita Guille, Graciela Cabrera, Guilhermina Quiroga e Aurora Lubiz.

Desde 2002 ensaia dança como convidado em diversas academias de nível internacional nos ritmos Canyengue, Milonga e Valsa. Em tango ensina nos estilos Milongueiro, De Salão e Artístico. No mês que vem acontece na Argentina um encontro internacional de tango, onde Daniel faz parte do corpo de jurados. (Com Assessoria)

Serviço - Nesta terça-feira (19) termina o prazo de inscrições para a oficina. Informações: (65) 3624-5845

Programação:

* Dia 19/07 às 19 horas: Aula Inaugural Pública na Praça 8 de abril.
* De 20 a 23/07: - Oficinas de capacitação:
19h às 20h30 - Público em geral
20h45 às 22h - Profissionais de dança
Local: Cine Teatro Cuiabá
* Dia 24/07: às 19h - Espetáculo de encerramento no Cine Teatro Cuiabá

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros