Cidades Terça-feira, 20 de Setembro de 2011, 17:00 - A | A

Terça-feira, 20 de Setembro de 2011, 17h:00 - A | A

EDUCAÇÃO SUPERIOR

Resposta de reitora não agrada estudantes da UFMT

Estudantes farão assembleia geral na sexta-feira (23) para deliberarem próximas ações

 

Divulgação

Estudantes estão mobilizados para garantir que reivindicações sejam cumpridas no prazo

A maioria das reivindicações feitas por estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) à reitoria não será atendida no prazo ideal, afirma Sandoval Vieira, diretor da União Nacional dos Estudantes (UNE) em Mato Grosso.

A reunião no final da tarde desta segunda-feira (19) entre alunos e a reitoria Maria Lúcia Cavalli Neder, que apresentou a resposta das reivindicações, não agradou aos alunos que farão uma avaliação.

“Vamos analisar ainda, mas olhamos por cima e vimos que a maioria das reivindicações não contempla o prazo que queremos” avaliou Sandoval Vieira.

Na quinta-feira (22) o Conselho de Entidade de Base (CEB) se reúne com a lideranças do centros acadêmicos na Diretório Central dos Estudantes (DCE). Na sexta-feira (23), alunos da toda a universidade farão assembleia geral às 10h para definir próximas ações.

Os estudantes ocuparam a reitoria na última quinta-feira (15) e exigiram conversar com a reitoria Maria Lúcia Cavalli Neder que recebeu das mãos de representantes dos estudantes, 20 propostas de mudanças na Instituição, entre elas, a reforma do restaurante universitário, a construção de uma creche para estudantes e servidores e término da reforma do Hospital Veterinário.

GREVE DOS TÉCNICOS

Assembleia geral na quarta-feira (21) dos técnicos da Universidade Federal de Mato Grosso vai indicar a saída total da greve.
 
De acordo com Ana Bernadete de Almeida, coordenadora geral do Sindicato dos Técnicos, tudo está inclinando para que na quarta-feira seja enviada à representação nacional a indicação pela saída da greve.
“Vamos indicar e na sexta-feira (23) tem reunião nacional que vai delibera a saída em conjunto, caso retorne positivamente, na segunda-feira (26) vamos votar a saída da greve”, informou Bernadete.
Os técnicos entram em greve no dia 6 de junho, suspenderem do dia 14 julho, e no dia 29 retornaram a paralisação.

 

 


 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros