Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Cidades Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2022, 11:58 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2022, 11h:58 - A | A

R$ 30 MILHÕES

Propostas para concessão do Parque Nacional de Chapada são apresentadas nesta 2ª

Envelopes devem foram entregues fisicamente no Centro Histórico de São Paulo e ficarão sob a coordenação da Comissão Especial de Licitação

DA REDAÇÃO

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizou, nesta segunda-feira (12), a sessão pública para receber as propostas em envelopes devidamente fechados e lacrados para a Concessão do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães (a 65 km de Cuiabá).

Os envelopes foram entregues fisicamente no Centro Histórico de São Paulo e ficarão sob a coordenação da Comissão Especial de Licitação.

O Ministério do Ambiente publicou o edital no dia 28 de outubro, para concessão a prestação de serviços públicos, revitalização, modernização, operação e manutenção do parque.

LEIA MAIS: ICMBio publica edital de concessão para o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

O valor estimado do contrato é de R$ 57.939.568,25, que corresponde à projeção do somatório: dos investimentos obrigatórios previstos ao longo da concessão; da outorga fixa; da projeção da outorga variável devida ao longo de toda a concessão e dos encargos acessórios.

Ao longo de 30 anos, desse valor, espera-se que R$ 18 milhões sejam para melhorias na infraestrutura em áreas de visitações como o Morro de São Jerônimo, a Cachoeira Véu de Noiva; a Cidade de Pedra; além da implementação de novos atrativos. Estima-se ainda a aplicação de R$ 200 milhões em operação e gestão da unidade.

O PARQUE

Criado em 1989, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães possui 32630 hectares de área para assegurar e proteger amostras significativas dos ecossistemas locais, além de espécies nativas do Cerrado, inclusive ameaçadas de extinção. Além disso, o Parque é dono de paisagens únicas e abriga sítios arqueológicos que ajudam a contar o povoamento da região. Em 2000, foi declarado como Reserva da Biosfera do Pantanal.

PRIVATIZAÇÃO

Uma das principais dúvidas é se o parque será privatizado com essa concessão e a resposta é não. Continuará pertencendo ao governo federal, ou seja, é de todos os brasileiros e a gestão continuará realizada pelo ICMBio.

A concessão é para "ajudar" na manutenção do parque, delegando serviços, já que é uma área turística que recebe milhares de turistas durante o ano. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros