Cidades Quarta-feira, 18 de Maio de 2011, 15:29 - A | A

Quarta-feira, 18 de Maio de 2011, 15h:29 - A | A

FUNCIONALISMO

Projetos de reenquadramento dos servidores já estão na Assembléia

Mesa Diretora deve colocar projetos em votação a qualquer momento, afirma líder do Governo

 

Mayke Toscano/Hipernotícias
Líder do Governo explica que só falta proposta da Educação para Assembléia votar reajustes
Em no máximo uma semana a Assembléia Legislativa de Mato Grosso estará apreciando e votando as propostas de reestruturação salarial e trabalhista de todas as categorias dos servidores públicos de Mato Grosso.

A garantia é do líder do governo na Assembléia, Romualdo Junior [PMDB], que disse ter recebido do governador Silval Barbosa [PMDB] orientação para acelerar a tramitação das matérias no legislativo.

“Agora só está faltando o fechamento da proposta da [Secretaria de] Educação e até a próxima semana já estaremos votando aqui”, garantiu o líder.

A Assembléia já realizou algumas reuniões com representantes das principais categorias, nas quais foram discutidas, por exemplo, a reestruturação da carreira dos profissionais do Sistema Único de Saúde.

O governador Silval tem salientado que as discussões entre o Paiaguás e todas as categorias têm sido exaustivas, pois o pleito estimado dos servidores passaria a cifra de R$ 1 bilhão e o governo apenas teria para o realinhamento em torno de 10% desse montante.

A revisão dos Planos, Cargos, Carreira e Salários de todos os servidores foi a promessa mais eloqüente que Silval Barbosa fez junto aos representantes das categorias durante sua campanha de reeleição.

Mesmo não estando na linha de frente das negociações, esse é o primeiro grande teste do secretário-chefe da Casa Civil , José Lacerda, depois que assumiu o cargo, no fim de abril passado. Mesmo assim, Lacerda divide responsabilidades diretas com o secretário de Administração César Zílio, principal intermediador das negociações com os sindicatos.

Para conter os ânimos dos servidores, que já chegaram por algumas vezes a indicar greve, o Executivo, conforme admitiu recentemente o próprio governador, está propondo em algumas situações realinhamento escalonado ao longo dos próximos quatro anos.

"A Assembléia não cessará as discussões até que a gente consiga aprovar o melhor encaminhamento para cada categoria”, disse Romualdo, apontando inclusive uma lei aprovada pela Assembléia em 2010, dispondo sobre aumentos dos subsídios dos servidores militares e civis tanto ativos como inativos do Executivo.

Entre as categorias, a que parece estar em estágio mais avançado, conforme a Secretaria de Administração, é a do Grupo TAF (Tributação, Arrecadação e Fiscalização). Fiscais e agentes que estão na ativa já entraram em consenso sobre o reajuste que será aplicado em seus salários. Porém, a indefinição é quanto ao mês que será aplicado, que poderá ser a partir de maio, como prefere o governo. Atualmente, fiscais em início de carreira recebem R$ 11 mil e agentes R$ 8,8 mil.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

A Letra 19/05/2011

Pra aumentar o salário dos deputados, os deputados levam um ano pra fazer os cálculos do que seria justo eles receberem... aí decidem por essa mixaria. Abrace o rio! O Hércules tá na área. Mexe! O lugar dele é aqui mesmo. Benvindo!

A Letra 18/05/2011

Vamos celebrar o meu país e sua corja de assassinos, covardes, estupradores e ladrões. Os mortos por falta de hospitais. Desculpas, a culpa não é minha. Entrega e venda de almas pelo melhor preço, pelas melhores vantagens. O voto dos analfabetos vai acabar o limite de palavras. Não quero mais cara

Carlos 18/05/2011

Lei não é para ser cumprida? E viva o Brasil.

Adriana 18/05/2011

Pois é... essa tal reetruturação só vem se arrastando desde março de 2010. Toda hora a conversa muda! Tem uma lei aí a 9.329 de 31 de março de 2010, que dizia no Art 3º que o governo deveria encaminhar à Assembleia Legislativa, no primeiro quadrimestre de 2011, projetos de lei referentes às carreiras... Abril já foi! E aí? Maio segue o mesmo caminho, sendo que já passamos da metade do mês! Como fica?

4 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros