Cidades Sexta-feira, 04 de Junho de 2021, 15:49 - A | A

Sexta-feira, 04 de Junho de 2021, 15h:49 - A | A

TRINCHEIRA JURUMIRIM

Motoristas devem pegar rotas alternativas durante interdição de Trincheira

RENAN MARCEL
DA REDAÇÃO

Começam na próxima segunda-feira (7) as obras de conclusão da Trincheira Jurumirim, em Cuiabá. A parte interna do local será totalmente interditada e por isso motoristas devem pegar rotas alternativas. A previsão inicial é de que os serviços terminem dentro de sete meses. 

Sinfra/MT

jurumirim interdição

 

A trincheira foi idealizada para ser entregue na Copa do Mundo de 2014, mas acabou tendo o tráfego liberado antes, com 97,8% dos serviços executados. À época, faltavam serviços complementares de paisagismo,  mas o contrato foi encerrado em razão de embaraços jurídicos e administrativos. Agora, foram identificadas  patologias no pavimento ao longo do 1,32 quilômetro de extensão da trincheira (parte inferior), entre os bairros Jardim Leblon e Bosque da Saúde, na Avenida Miguel Sutil.

O Governo de Mato Grosso estima investimento de R$ 14,2 milhões para a execução dessas obras.

Também serão realizadas obras de restauração da estrutura de concreto, além da correção  das infiltrações e de problemas com as juntas de dilatação nas pistas marginais (parte superior).

Com a realização desses serviços, a trincheira precisará ser totalmente interditada para o trânsito de veículos nos dois sentidos: Avenida Miguel Sutil em direção à Avenida Rubens de Mendonça e Avenida Miguel Sutil em direção à Avenida Fernando Corrêa da Costa. Já o acesso pelas pistas marginais continuará liberado. O controle do tráfego na região deve ser feito pela Prefeitura de Cuiabá.

Segundo o secretário estadual de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Marcelo Oliveira, as obras são necessárias para que a gestão estadual possa entregar a responsabilidade pela trincheira ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Rotas alternativas

Sinfra/MT

jurumirim interdição

 

Em razão da execução das obras e do impacto no trânsito previsto, a Sinfra contará com o apoio dos agentes da Secretaria de Mobilidade da Prefeitura de Cuiabá, que vão auxiliar no controle do tráfego de veículos pelas imediações, bem como orientar os condutores no acesso às rotas alternativas.

O objetivo é evitar problemas de trânsito, especialmente em horários de pico, em que há grande movimento de veículos. Em todas as rotas propostas de desvio, o Governo do Estado realizou a instalação de sinalizações verticais e horizontais indicativas, bem como a recuperação do asfalto das vias, a fim de facilitar o deslocamento dos condutores. Clique aqui para ver as rotas alternativas ampliadas. (Com assessoria)

Nos vídeos abaixo é possível ver os defeitos no pavimento da parte interna da trincheira:

 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros