Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Cidades Terça-feira, 08 de Novembro de 2016, 09:13 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 08 de Novembro de 2016, 09h:13 - A | A

QUASE UM MÊS DEPOIS

Médico reconhece ladrão que fez um "limpa" na sua casa e chama a polícia

MAX AGUIAR

Policiais do 1º Batalhão PM prenderam na tarde de segunda-feira (7) um funcionário público suspeito de participar de um assalto na casa de um médico dermatologista no dia 11 de outubro no bairro Cidade Alta, região do Verdão, na capital.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

Policia militar

 

O suspeito, que estava com uniforme de trabalho da Prefeitura de Cuiabá, estava caminhando próximo ao Mercado do Porto quando foi abordado pela polícia. 

 

De acordo com a Polícia Militar, o próprio dermatologista que estava de carro reconheceu Valderi Nunes Rodrigues, 27.

O médico relatou que o suspeito invadiu a sua casa no dia 11 de outubro rendendo todos os moradores, além de funcionários. Junto com comparsas, levou dinheiro, cartões de crédito, joias, roupas e telefones celulares.

 

A vítima acionou a PM comunicando a localização do homem. Uma equipe policial do 1° Batalhão esteve no local indicado e abordou o homem com o uniforme da prefeitura. No momento, nada ilícito foi encontrado com o supeito.

 

O médico e uma funcionária que trabalha em sua casa garantiram que o rapaz participou do roubo. Diante dos fatos, o suspeito mesmo negando ter cometido o crime foi conduzido até a Central de Flagrantes para prestar esclarecimentos ao delegado plantonista. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros