Terça-feira, 28 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,62
libra R$ 5,62

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,62
libra R$ 5,62

Cidades Segunda-feira, 10 de Outubro de 2016, 10:21 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 10 de Outubro de 2016, 10h:21 - A | A

NEGATIVA SANGRENTA

Homossexual é degolado ao tentar manter relação com adolescente

MAX AGUIAR

A Polícia Militar prendeu na comunidade Jaú, distante 30km de Juara (distante 695km de Cuiabá), um adolescente de 17 anos que matou a facadas um homossexual em uma festa de casamento. O crime teria acontecido após o adolescente ter se negado a relacionar sexualmente com Paulinho Bombom, como era conhecida a vítima. 

 

Show de Notícias

homosexual

 Paulinho Bombom foi degolado e arrastado até embaixo de uma árvore

O caso ocorreu na madrugada de domingo (9). Paulo Cesar Rodrigues, 35 anos, o Paulinho Bombom, levou uma facada no tórax e em seguida foi degolado pelo menor, que após matá-lo foi para casa dormir. 

 

O corpo de Paulinho foi encontrado por familiares embaixo de uma árvore em uma região de mato. Policiais militares que atenderam a ocorrência encontraram o adolescente em sua casa. Ele estava com o telefone celular da vítima. 

 

O jovem acabou sendo detido e encaminhado à delegacia. Em depoimento, o adolescente confessou que matou a vítima após receber a proposta de manterem relações sexuais. 

 

O menor permaneceu detido e deve ser transferido para um centro socioeducativo nos próximos dias. O adolescente já cometeu outro assassinato em 2014 durante uma festa de amigos em Goiás.  

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros