Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

Cidades Domingo, 27 de Novembro de 2022, 11:12 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 27 de Novembro de 2022, 11h:12 - A | A

PREVISÃO PARA 2023

Governo executa 90% das obras da Zona de Processamento de Exportação em Cáceres

Segundo o secretário da Sedec, César Alberto Miranda Lima, as obras dessa primeira etapa da ZPE têm previsão de serem entregues no primeiro semestre de 2023

Redação

O Governo de Mato Grosso já executou 90% das obras da primeira etapa da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), instalada no município de Cáceres (a 219 km de Cuiabá). Com investimento estimado em R$ 16 milhões, a obra é realizada com recursos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e executada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

Segundo o secretário da Sedec, César Alberto Miranda Lima, as obras dessa primeira etapa da ZPE têm previsão de serem entregues no primeiro semestre de 2023.

“A Zona de Processamento impulsionará o desenvolvimento econômico na região de Cáceres, atraindo novos investidores. Vai gerar empregos e reativará economicamente toda aquela região, que tem uma demanda por emprego muito grande, ou seja, a ZPE vai permitir que essa região volte a ser protagonista dentro do desenvolvimento econômico do Estado”, destacou.  

A ZPE está sendo instalada em uma área de aproximadamente 240 hectares no Distrito Industrial do município. O projeto está dividido em cinco módulos, que são os locais onde as empresas efetivamente se instalarão, e a área administrativa. A obra total possui cerca de 4 mil m².

Nessa primeira etapa está sendo concluída as obras de construção dos blocos das unidades administrativas.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros