Sábado, 18 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Brasil Terça-feira, 14 de Maio de 2024, 21:30 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 14 de Maio de 2024, 21h:30 - A | A

Relator de PL do streaming pede adiamento de votação por falta de acordo

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O relator do "PL do streaming", deputado André Figueiredo (PDT-CE), solicitou o adiamento da votação do texto, por falta de acordo com as bancadas na Câmara.

A matéria estava na pauta da sessão do plenário desta terça-feira, 14, mas deputados da oposição estavam em obstrução. Figueiredo afirmou que pediu o adiamento "para não atrapalhar" os demais temas que estavam na pauta, como a criação de sistema de créditos para o desenvolvimento e a suspensão da dívida do Rio Grande do Sul.

"Já que existem partidos que estão obstruindo esse projeto e outros subsequentes, em detrimento do avançar dos projetos do Rio Grande do Sul, por conta do PL do streaming, eu peço, senhor presidente, que retire de pauta hoje", declarou, na tribuna da Câmara.

O deputado rebateu, porém, críticas da oposição sobre o projeto estabelecer suposta "censura". Figueiredo acrescentou que estará à disposição para mais um dia de diálogo com os deputados.

"Eu quero discutir internamente dentro de cada bancada dos partidos que têm dúvidas sobre o teor desse projeto, aceitando sugestões e mostrando claramente que esse projeto não é ideológico de A e de B, é um projeto de desenvolvimento da indústria do audiovisual brasileiro", afirmou.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), concedeu mais um dia para os diálogos, mas frisou que a matéria está há dois anos em discussão no colégio de líderes.

"Se vai ser aprovado ou rejeitado, são os votos que vão dizer", disse Lira.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros