Brasil Terça-feira, 29 de Novembro de 2011, 16:51 - A | A

Terça-feira, 29 de Novembro de 2011, 16h:51 - A | A

LEI GERAL DA COPA

Relator confirma cota para ingresso popular na Copa-2014

Deverão ser reservados ingressos a US$ 25 (pouco menos de R$ 50) para brasileiros que queiram assistir aos jogos da primeira fase do Mundial

DA FOLHA DE SÃO PAULO

Divulgação

O relator do projeto da Lei Geral da Copa-2014, deputado Vicente Cândido (PT-SP), confirmou nesta terça-feira que definirá uma cota para os 300 mil ingressos populares para o evento. O Mundial deve ter aproximadamente 3 milhões de bilhetes à venda.

Pelos cálculos da Fifa, deverão ser reservados ingressos a US$ 25 (pouco menos de R$ 50) para brasileiros que queiram assistir aos jogos da primeira fase da Copa-2014. Segundo Vicente Cândido, 50% desses ingressos deverão ir para idosos e estudantes e o resto dividido entre pessoas de baixa renda --pelo critério do Bolsa Família-- índios e deficientes.

"Essa é uma primeira proposição, temos que ver ainda o número de jogos para definir a distribuição e a demanda. Devemos colocar também ingressos para um convênio do governo brasileiro com a Fifa para o desarmamento", disse.

Segundo Vicente Cândido, outra mudança será em relação à entrada de turistas no Brasil. Pelo projeto da Lei Geral da Copa-2014 enviado pelo governo federal ao Congresso, o estrangeiro que vier para trabalhar no evento ou assistir os jogos terá a entrada facilitada até 31 de dezembro de 2014.

Para Vicente Cândido, o prazo deverá ser trocado para que 31 de dezembro seja a data da saída do país.

"Não tem muito sentido liberar a entrada até 31 de dezembro, para o turista com ingresso na mão. Devemos pensar em reduzir esse prazo para incentivar o turista sem ser muito liberal", disse Vicente Cândido.

O deputado deve apresentar o novo texto com alterações ao projeto enviado pelo governo no início de dezembro.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Heródoto 29/11/2011

Que projeto mais esdrúxulo! Jogo da copa é festa, e só pode ir a festa quem tem dinheiro para pagar. Quem não tem dinheiro fica em casa. Pura hipocrisia! Já dizia o pesnsador: "As leis inúteis debilitam as necessárias"(Montesquieu).

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros