Brasil Segunda-feira, 27 de Junho de 2022, 15:15 - A | A

Segunda-feira, 27 de Junho de 2022, 15h:15 - A | A

Assessor de campanha de Lula defende reforma focada em tributação direta

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O professor de economia da Unicamp e um dos assessores da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva, Guilherme Mello, a visão da campanha petista sobre a reforma tributária é aquela que visa à tributação direta. Neste caso, de acordo com ele, se aprovado, o Brasil terá um dos maiores Imposto sobre Valores Agregados (IVA) do mundo.

"Nossa visão sobre reforma tributária é aquela que visa à tributação direta", disse. Mello participa neste momento de evento sobre reforma tributária em que é apresentado a uma proposta de reforma construída pela Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) e pelos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional).

A proposta de Mello para um eventual novo governo Lula é de uma reforma tributária solidária. Ou seja, uma proposta que mude de forma acentuada o sistema de tributação no Brasil, de forma que os mais ricos paguem mais impostos que os pobres.

De acordo com Mello, os governos de Lula e Dilma até tentaram mudar esse quadro, mas encontraram resistências do ponto de vista do pacto federativo de forma geral. "Os presidentes Lula e Dilma até fizeram mudanças pontuais, mas não conseguiram mudar a estrutura tributária do País", disse o economista, acrescentando que até mesmo o presidente Jair Bolsonaro chegou a propor a tributação dos mais ricos, mas não foi adiante.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros