Brasil Terça-feira, 26 de Abril de 2011, 18:27 - A | A

Terça-feira, 26 de Abril de 2011, 18h:27 - A | A

Copa

Aeroportos devem receber 225 milhões de passageiros em 2014

Estudo mostra que os investimentos de aumento de capacidade previstos pelo governo federal estão defasados

MARIANA BARBOSA, DA FOLHA DE S. PAULO

Divulgação

Os aeroportos brasileiros deverão receber, em 2014, 33 milhões de passageiros a mais do que o previsto inicialmente pelas companhias aéreas. Serão 225,7 milhões de passageiros em 2014, ante uma previsão inicial de 192,35 milhões.

A diferença equivale a mais de um aeroporto de Cumbica (Guarulhos) e meio, considerando a capacidade atual do maior aeroporto do país, de 20,5 milhões de passageiros.

Os novos números constam de um estudo feito pela Coppe, instituto de pós-graduação em engenharia da UFRJ, sob encomenda do Snea, o sindicato das empresas aéreas.

O estudo foi apresentado nesta terça pelo presidente do Snea, José Márcio Mollo, em uma audiência no Congresso Nacional. Ele mostra que os investimentos de aumento de capacidade previstos pelo governo federal estão defasados.

Em Guarulhos, por exemplo, a Infraero planejou um aumento de capacidade para 35 milhões, com base em uma previsão de demanda de 27,5 milhões para 2014. "É uma boa folga, mas o problema é que chegamos em 2010 com 26,7 milhões", afirma o professor de transporte aéreo da Coppe Elton Fernandes, responsável pelo estudo.

A atualização das projeções de aumento de demanda leva em conta a mudança de patamar de crescimento vivida pelo setor nos últimos dois anos. Anteriormente, as empresas aéreas trabalhavam com uma previsão de crescimento de 9,2% ao ano e agora falam em 10,7%.

O setor cresceu 9,2% ao ano em média entre janeiro de 2003 e junho de 2009, considerando o crescimento de 12 meses ante o mesmo mês no ano anterior.

Mas desde julho de 2009, o crescimento médio passou para 23%. Porém, segundo o estudo, o patamar superior a 20% é tido como conjuntural, e logo o setor deve voltar aos níveis históricos de crescimento, de duas vezes o crescimento do PIB.

A previsão anterior dava conta de que o pais terminaria 2010 com um movimento de 145,4 milhões de passageiros nos 66 aeroportos administrados pela Infraero. Porém, com a demanda aquecida, 154,3 milhões passaram pelos aeroportos no ano passado.

Considerando apenas os 16 aeroportos das cidades-sede da Copa, o movimento foi de 127,7 milhões em 2010, ante uma previsão anterior de 120,6 milhões.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros