Artigos Quarta-feira, 04 de Maio de 2011, 11:31 - A | A

Quarta-feira, 04 de Maio de 2011, 11h:31 - A | A

As péssimas lições da Câmara

Os políticos e os partidos, que deveriam ser exemplo de conduta moral, hoje representam uma das maiores organização criminosas desta nação. Tudo que é escândalo tem um político ou um partido no meio.

DEJAIR SOARES

 

Divulgação

 

"Vereador só serve para dar nome às ruas e título de cidadão", Antônio Carlos Magalhães (ACM - "Toninho Malvadeza")

A vereança foi criada nos tempos do império português para ser um elo entre o município e o poder central. Os vereadores da época eram escolhidos entrem os cidadãos doutos e abastados. Até meados de 1960 eles não eram remunerados.

O vereador é eleito para legislar e fiscalizar não para asfaltar rua, tapar buraco, comprar remédios, fornecer bolsa de estudo. Ao contrário do que muita gente pensa, o vereador não é um provedor de nossas necessidades individuais, para ficarmos pedindo tijolos, casa, emprego. Ele tem a função de cobrar do chefe do Executivo as prementes necessidades de toda comunidade como postos de saúde, saneamento, iluminação pública, segurança, entre tantas outras coisas. Todas as principais questões do município e da cidade passam pela Câmara. Que tipo de atividade econômica queremos para o município? Como a cidade irá crescer? Quais indústrias devem ser instaladas? Como usaremos os recursos ambientais? Tudo isso passa por lá.

Ao vereador cabe também fiscalizar a atuação do Executivo. O prefeito está aplicando corretamente as receitas orçamentárias? Cumprindo seus compromissos de campanha? Está agindo com ética? Cabe ao vereador responder essas questões. Ele é o legislador do município e corresponsável pela administração da cidade. Cobre do seu vereador uma atuação adequada!

O vereador deve cuidar dos assuntos de interesse da comunidade, saber como anda a saúde pública, visitar os postos de saúde, verificar se os trabalhadores têm condição de trabalho, saber da qualidade da merenda escolar, conversar com os estudantes a respeito da qualidade do ensino, ouvir os professores, assistir uma aula com eles, se necessário achar.

A nossa Câmara, entretanto, é uma verdadeira casa de horrores. O que se vê lá são sucessivos escândalos. O grau de credibilidade desses senhores é tão baixo, que quando se fala de um vereador logo nos vêm a imagem da corrupção. Cada vez mais esses escândalos vêm aumentando. Esses vereadores estão brincando com o povo cuiabano.

Por outro lado, há uma cumplicidade por parte da imprensa, dos partidos políticos, dos sindicatos, das igrejas, enfim, de todos movimentos sociais. Esse silêncio é de dar medo, ninguém fala nada. O que se esconde por traz disso? O Ministério Público, que é o fiscal da lei, só se apresenta quando o índice de audiência é em horário nobre, enquanto isso vamos assistindo passivamente os cofres públicos sendo assaltados.

Todos os dias se tem notícias de mais um escândalo. A passividade é algo impressionante e vem, principalmente, dos órgãos que tem o dever de fiscalizar e incriminar esses senhores. A presença dela é o que leva nossos filhos para fora da sala de aula para que sejam adotado por um traficante. A mediocridade da nossa sociedade é algo nojento. As pessoas estão preocupadas somente com seus próprios interesses e quando a coisa pega, a culpa é sempre de um pobre ou de um negro.

Os políticos e os partidos, que deveriam ser exemplo de conduta moral, hoje representam uma das maiores organização criminosas desta nação. Tudo que é escândalo tem um político ou um partido no meio. Quando se chega na época das campanhas eleitorais o que vemos é, de um lado, um bando de demagogos se colocando como os salvadores da cidade e do outro, analfabetos políticos correndo como gado em troca de um pouquinho de sal.

"Num país de escândalos, corrupções e maracutaias, os eleitores deveriam ser menos democráticos e mais democríticos", M.M Soriano

(*) DEJAIR SOARES é publicitário em Cuiabá.

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do site de notícias www.hnt.com.br

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Sandra 04/05/2011

Voces estão de parabéns com este articulista, este conchece, fala com sabedoria. valeu a pessoal do hipernoticias.

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros