Política Quarta-feira, 09 de Novembro de 2011, 15:52 - A | A

Quarta-feira, 09 de Novembro de 2011, 15h:52 - A | A

REGRESSO

Retorno de Marinho a Cuiabá está marcado para próxima semana

Deputado estadual do PTB sofreu acidente vascular cerebral e está internado pouco mais de um mês; médicos se surpreenderam com recuperação

NOELMA OLIVEIRA

Mayke Toscano/Hipernotícias

O retorno do deputado estadual Luiz Marinho (PTB) para Cuiabá está marcado para a próxima semana, conforme informou, nesta quarta-feira (9), o seu irmão, Eduardo Botelho. O petebista está internado no hospital Albert Einsten em São Paulo desde 28 de setembro passado, vítima de acidente vascular cerebral (AVC).

Também irmão do deputado, o empresário Rômulo Botelho explicou que Marinho deve receber alta do hospital ainda esta semana. A família está otimista quanto ao retorno do parlamentar para Cuiabá. Ele foi hospitalizado no dia 26 de setembro passado, após passar mal na sua residência em Cuiabá.

A recuperação dele é considerada surpreendente diante do quadro clínico grave quando foi hospitalizado. Marinho foi transferido para São Paulo em estado de coma. “Ele recuperou a fala, está enxergando e a memória muito boa”, relatou Eduardo. “O bom humor tem ajudado muito”, acrescentou o irmão.

Paraplégico desde jovem, após ter sofrido um acidente de moto, Marinho nunca foi de reclamar da condição física. Exerceu por quatro vezes consecutivas o mandato de vereador por Cuiabá e está no primeiro mandato de deputado estadual.

Segundo Eduardo, Marinho continua fazendo fisioterapia no braço direito. “Ele não está mais sendo atendido pela fonoaudióloga, a fala dele está 100%”, contou o irmão, que espera para a próxima semana o retorno dele para Cuiabá.

Diariamente, a família atualiza as informações sobre o parlamentar em redes sociais, onde sempre faz questão de agradecer o apoio, por meio de orações, dedicadas a Marinho.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros