Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Política Sábado, 17 de Setembro de 2016, 10:03 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 17 de Setembro de 2016, 10h:03 - A | A

REDE SUSTENTABILIDADE

Renato move ação contra TV que impede de participar de debate

REDAÇÃO

O candidato a prefeito de Cuiabá Renato Santtana (Rede Sustentabilidade) ingressou uma ação contra a TV Centro América, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), na sexta-feira (16).

 

Alan Cosme/HiperNoticias

renato santtana

 

As informações são da assessoria de imprensa.

 

A emissora impediu Renato de participar do debate entre os candidatos, previsto para o dia 29 de setembro, por não alcançar a margem de 5% na segunda rodada de pesquisas do IBOPE.

 

Renato explica que o partido não completou nem um ano e que não tem condições da Rede aparecer com representatividade nas pesquisas em tão pouco tempo de campanha. E afirma que essa decisão, da emissora, fere os direitos da democracia.

 

“A gente entende que a legislação foi objetiva ao dizer que os partidos que não têm 9 (nove) deputados federais não podem participar dos debates. Entretanto, existe uma ressalva. As emissoras podem convidar o candidato, o que consiste em um objeto democrático. Mas não é o que está sendo feito. Faz parte do jogo democrático que todos os cidadãos têm direito a ouvir as propostas dos partidos”, diz.

 

Outro ponto questionado pelo candidato é o PSOL poder participar do debate já que o partido também não apresenta 9 (nove) deputados federais. “Eles não possuem nove parlamentares assim como nós, mas já participaram de seis eleições, por isso apresenta um índice maior que o nosso nas pesquisas. Já a Rede, irá completar um ano dia 22 deste mês. Não podemos aceitar e por isso judicializamos na Justiça Eleitoral. Ou os seis partidos estejam no debate ou apenas os quatro que tem mais de 9 (nove) deputados federais, PRB, PSDB, PMDB e PDT”, afirma.

 

O candidato ressalta que essa atitude prejudica a campanha da Rede por não dar oportunidade de apresentar suas propostas. “Devemos apresentar no debate argumentos que ajudam o eleitor a decidir o seu voto. Não aceitamos que calem nossa voz. Agora está nas mãos do judiciário. Esperamos que a justiça sinalize que estamos no século XXI, no tempo da democracia e da transparência. Não podemos voltar ao passado, no tempo da censura, temos que caminhar rumo ao futuro”.

 

Reprodução

rede

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Carlos Nunes 17/09/2016

Ih! Pelo visto a TV Centro América não é muito DEMOCRÁTICA...só fica com os candidatos mais populares, aqueles que podem ganhar a eleição; para os perdedores NADINHA. Espera aí, nem teve a eleição ainda. Na pesquisa entrevistam um número inexpressivo de eleitores, e começam a dizer: o que essa minoria pensa, todos os milhares de eleitores vão pensar igualzinho. É tudo robô? Se um pensa de um jeito, todo mundo vai pensar igual? Puxa vida! Então nem vou mais votar, já decidiram por mim. É evidente que o negócio não funciona assim. A gente quer ver nos debates a proposta dos candidatos, e se servem ou não para serem prefeitos de Cuiabá...faz tempo que ninguém acredita mais em promessa de candidato, nem em estratégia de marqueteiro. Ou ainda tem idiota que acredita nisso? Até o dia da eleição, muita água ainda vai passar por debaixo da ponta, e muita coisa ainda pode mudar.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros