Política Sexta-feira, 30 de Setembro de 2011, 11:59 - A | A

Sexta-feira, 30 de Setembro de 2011, 11h:59 - A | A

EM MATO GROSSO

Ex-prefeito de Tangará tem chances de ser eleito novo gestor do município

Município do Médio Norte é o primeiro no Brasil a ter eleições indiretas na era pós-ditadura; escolha está prevista para acontecer na noite desta sexta-feira e só vereadores podem votar

NOELMA OLIVEIRA

imagem da internet

Ex-prefeito de Tangará, Saturnino Masson, tem chances de retornar ao comando do município

O ex-prefeito de Tangará da Serra, Saturnino Masson (PSDB), deve ser eleito nesta sexta-feira (3) novamente prefeito da cidade na eleição indireta. O presidente da Câmara Municipal, Luiz Henrique Barbosa Martins (PTB) e o bancário Antônio Giovani Stoinski (PC do B) também concorrem ao cargo.

Tangará da Serra (240 km de Cuiabá) é o primeiro município brasileiro a realizar eleição indireta após a ditadura militar, que durou pouco mais de 20 anos.

A eleição indireta acontece na sessão desta sexta-feira à noite. O voto de cada vereador será aberto. Cada um dos três candidatos terá 15 minutos para defender a sua postulação. A sessão está marcada para começar às 19h30.

A candidatura de Sartunino é composta pelo PSDB, PT e PR e PDT, partidos que detêm a maioria dos vereadores na Câmara. A expectativa é que estas siglas assegurem 6 dos 10 votos previstos na eleição indireta, onde só os parlamentares municipais têm direito a voto.

Luiz Henrique, que está interinamente na presidência da Câmara, além do PTB, conta com o apoio do DEM e do PMDB. O Partido Comunista do Brasil não tem representação na Câmara. O presidente eleito do Legislativo, Miguel Romanhuk (DEM), ocupa o cargo de prefeito em exercício da cidade.

A eleição indireta será para preencher os cargos de prefeito e vice da cidade. O prefeito eleito em 2008, Júlio Cesar Ladeia (PR), e o seu vice José Jaconias (PT), foram cassados pela Câmara de Vereadores.

Porém, há também uma decisão da Justiça para manter os dois afastados do Poder Executivo. Eles são acusados de cometerem improbidade administrativa. Os gestores cassados ainda podem recorrer na Justiça.

Em entrevista ao Hipernotícias, agora pela manhã, Saturnino disse acreditar que terá seis votos, o que lhe garantea vitória. Segundo ele, os entendimentos foram feitos com os dirigentes dos quatro partidos e os vereadores destas siglas que dão sustentação à sua candidatura. “Posso colocar que nós tenhamos uma grande maioria”, disse Saturnino.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros