Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019, 17h:55

Tamanho do texto A - A+

Emanuel rebate Mauro:"Não tem resultados a apresentar"

Começou pela manhã, quando o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, rebateu o prefeito, em nome do governador Mauro Mendes

Por: PAULO COELHO

Não ficou de graça a declaração recente feita pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), de que o governador Mauro Mendes (DEM), “está encantado” com a gestão municipal  na Capital.

O secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho mandou, nessa quinta-feira (14), Pinheiro cuidar da administração dele, inclusive no que se refere à disputa  municipal de 2020.

Tchélo Figueiredo/Secom-MT

Secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho

 Carvalho: "cada um no seu quadrado"

Emanuel tem insinuado, com constância via imprensa,  que o  Democratas, tem estado , cada  vez mais, inclinado a apoiar uma virtual candidatura do emedebista à reeleição.

“Emanuel Pinheiro  tem que cuidar do Palácio  Alencastro. Lá no 6º andar te candidato a prefeito e nos demais andares também tem outro. Ao  invés de se preocupar com o Palácio Paiaguás, ele tem que se preocupar  com a gestão da prefeitura”, disparou Carvalho, sugerindo que fique “cada um no seu quadrado”.

Depois da reação do secretário da Casa Civil, o próprio prefeito, rapidamente se manifestou, em tréplica, por meio de uma nota . Veja a íntegra da resposta de Emanuel

Sobre as declarações do secretário-chefe da Casa Civil do Estado, Mauro Carvalho, secretário municipal interino de Governo, Lincoln Sardinha, vem a público esclarecer os seguintes pontos:

 - É compreensível que, com o período eleitoral se aproximando, aqueles que possuem pretensões políticas tendem realmente a falar mais e, não tendo resultados a apresentar, atacam na ânsia de buscar espaço;

 - Destacamos, ainda,  que desde que assumimos a administração do Palácio Alencastro, a determinação da atual gestão do Município é cuidar de Cuiabá, priorizando os mais humildes, e dessa forma, concluir e entregar as várias obras que herdou inacabadas, paralisadas ou abandonadas;

 - Com toda uma cidade em pleno desenvolvimento para se cuidar, nossa gestão escolheu não olhar para trás mas sim trabalhar e possibilitar à população a oportunidade de desfrutar dos resultados a serem colhidos;

 - Nesse sentido, em dois anos e 11 meses, é possível ver que os frutos desse trabalho não se limitam apenas a “pinturas”;

 - São inúmeros bairros beneficiados com obras por toda cidade como asfalto, escolas, CMEIs, unidades de atendimento básico de saúde, praças e parques, além de outras obras estruturantes que levam a melhoria na qualidade de vida, principalmente, para as comunidades mais carentes. Literalmente Cuiabá se transformou num canteiro de obras;

Assessoria

emanuel pinheiro

 Pinheiro: "Gestão Humanizada"

 - Podemos colocar nessa balança também os diversos programas de benefícios sociais como o hora estendida na Educação e na Saúde, o Bem Morar, SOS AVC, entrega de uniformes e kits escolares e poderíamos citar tantas outras ações;

 - Estamos melhorando a mobilidade urbana com a construção de dois novos viadutos, e a maior obra estruturante da capital, o Contorno Leste. No transporte público ganha destaque as estações humanizadas, os abrigos de ônibus sustentáveis que ganharam repercussão internacional, e a histórica licitação do transporte coletivo já em fase final, além de outras ações em andamento;

 - Tudo isso feito com responsabilidade. Responsabilidade essa que nos permite encontrar portas abertas para continuar buscando novos investimentos;

 - Para a atual gestão o mais importante é fazer a diferença na vida das pessoas, principalmente daquelas que mais precisam do poder público. E nesse sentido Cuiabá tem avançado muito mais;

 - Não se trata de índices, números e planilhas frias. Se trata de investir em gente;

 - O HMC é um exemplo disso – e a população sabe bem como estava a situação da obra há três anos e o que Cuiabá tem hoje: o maior hospital público do estado e um dos melhores do país.

 - A prefeitura não é empresa privada, não pensa como empresário. Para atual gestão, quem tem que lucrar são as pessoas;

 

- Por fim, salientamos que nossa gestão não tem qualquer interesse em entrar em desafios vazios, pois temos mais de 700 mil motivos para encarar desafios maiores e com fundamento;

 

- O desafio de continuar trabalhando, dia após dia, para que nossa pujante Cuiabá dos 300 anos esteja entre as grandes cidades e a sua população seja a grande beneficiada.

 

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei