Política Sábado, 21 de Novembro de 2020, 08:00 - A | A

Sábado, 21 de Novembro de 2020, 08h:00 - A | A

NOVOS RUMOS

Emanuel diz que como pai ficou chateado com derrota do filho em VG

THAYS AMORIM
DA REDAÇÃO

O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB) disse que “como pai”, ficou chateado com a derrota do filho, o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB), popularmente conhecido como Emanuelzinho, que estava concorrendo à prefeitura de Várzea Grande.

EMANUEL

O deputado federal ficou em 3º lugar na disputa, com 14.105 mil votos (12,78%), atrás de Flávio Frical com 44.176 mil votos (40,01%) e Kalil Baracat com 50.918 (46,12%), que foi eleito prefeito do município.

LEIA MAIS: Kalil Baracat é eleito prefeito de Várzea Grande com mais de 50 mil votos

“Não fiquei abalado. Como pai, a gente chateia. Ele é um jovem de 25 anos, ganhou intimidade com a cidade industrial, hoje ele conhece Várzea Grande na palma da mão, fez uma bela campanha. Conseguiu 13% dos votos, uma votação que dá para plantar uma semente para construir uma eleição muito melhor”, ressaltou Emanuel. 

“Continua no mandato como deputado servindo baixada cuiabana e mato grosso. E com gás total de um jovem que quer construir muito por Cuiabá, Várzea Grande e por todo Mato Grosso”, completou.

Nas redes sociais, Emanuelzinho agradeceu o apoio e disse que o seu compromisso com Várzea Grande continua e as portas do seu gabinete no Congresso também seguem abertas para o diálogo.

“Agradeço de coração a você que nos apoiou, saiu de sua casa e que depositou seu voto de confiança em um jovem que pensa no futuro, na mudança e principalmente, que é possível fazer. Meu compromisso com VG continua. Não paro por aqui. Sigo como Deputado Federal e com as portas de meu gabinete abertas para o diálogo com o novo prefeito de Várzea Grande”, pontuou.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Critico 21/11/2020

Pois é! Derrota do filho e do pai Chega de PALETÓ

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros