Polícia Sexta-feira, 05 de Agosto de 2022, 07:52 - A | A

Sexta-feira, 05 de Agosto de 2022, 07h:52 - A | A

FLAGRADO PELA PM

Polícia Militar prende padrasto que oferecia lanches e doces para estuprar menina de 12 anos

Em seguida, os militares questionaram a criança sobre os abusos que foram confirmados por ela.

AMANDA DIVINA
Da redação

Um homem, que não teve o nome divulgado, foi preso pelos policiais militares do 4º Batalhão após ter sido flagrado mantendo relações sexuais com a enteada de 12 anos no bairro Capão do Pequi em Várzea Grande durante a noite de quinta-feira (4). O criminoso alegou que dava lanches e doces para a menor há cerca de três meses para conseguir praticar os abusos.

Reprodução

gap

 

Ele foi encontrado pelos policiais militares após a motocicleta dele ter sido encontrada em uma região de mata aparentemente abandonada. Ao entrarem no matagal, os agentes encontraram o suspeito nu e mantendo relações com a menor.

Ao ser flagrado, o homem vestiu a roupa e começou a dizer que só "estavam namorado" e que a menina ficou nervosa e se escondeu porque seria casada. Entretanto, em uma checagem foi constatado que menina tinha apenas 12 anos.

Diante disto, os policiais deram ordem de prisão para o homem pelo crime de estupro de vulnerável. Questionado sobre o abuso, o homem alegou que seria padrasto da menor e que fazia sexo com ela há três meses em troca de lanches e doces.

Na quinta-feira, ele disse para a companheira dele que iria comprar lanches com a menor. Em seguida, os militares questionaram a criança sobre os abusos que foram confirmados por ela.

A mãe da menina, que é companheira do suspeito, foi acionada e acompanhou a menor até a Central de Flagrantes. Em uma checagem no sistema foi constatado que o homem possui passagens criminais por homicídio, violência doméstica e outra passagem por estupro de vulnerável.

Com ele foi encontrado balas de goma e um documento de Portugal com a foto dele com outro nome.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros