Domingo, 19 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Polícia Terça-feira, 16 de Abril de 2024, 12:05 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 16 de Abril de 2024, 12h:05 - A | A

SERIA A VÍTIMA SEGUINTE

Motorista recebeu chamada de corrida do trio de assassinos, mas recusou: "fiquei assustado"

Iverley Figueiredo ficou em alerta ao identificar comportamento suspeito dos jovens que estavam em local ermo próximo ao antigo Galpão, em Várzea Grande; categoria faz manifestação nesta quarta

CAMILA RIBEIRO/SABRINA VENTRESQUI
Da Redação/Do Local

O motorista por aplicativo, Iverley Figueiredo, disse que recebeu um chamado de corrida do trio de assassinos na madrugada de domingo (14), por volta da 1h, porém, recusou o pedido ao suspeitar do comportamento dos criminosos. Segundo Iverley, ele ficou em alerta pois os jovens utilizaram o perfil de uma mulher, com nome de Marizete. Porém, ao chegar nas imediações da antiga casa de show Galpão, no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, o trio saiu de um local ermo, com mato alto e sem iluminação. 

"Quando parei, notei que chamou em nome de Marizete e não era essa Marizete. O coração pediu e eu continuei, não parei. Continuei a trabalhar, mas não peguei eles como passageiros. E, na segunda-feira vimos isso, dá um negócio na gente", falou Iverley Figueiredo.

LEIA MAIS: Corpo de terceiro motorista de aplicativo é encontrado em Várzea Grande; veja vídeo

O condutor afirmou que os suspeitos o viram. Eles foram na direção da porta traseira, mas não conseguiram entrar, pois ele acelerou. 

"Eles me viram quando passei com o carro e estavam a caminho da minha porta traseira, mas eu continuei, não parei. Eu olhei no rosto deles e Deus me protegeu. Eles estava na esquina, perto do ginásio poliesportivo. É um local um pouco ermo", lembrou o motorista de app. 

FEZ ALERTA EM GRUPO DO WHATSAPP

Por pressentir o perigo, Iverley compartilhou em um grupo de WhatsApp de motoristas da região o ocorrido. 

"Como fiquei assustado, só vi que eles voltaram para o escuro e já coloquei no grupo de Uber que trabalho para os outros colegas ficarem atentos", disse o motorista. 

Iverley contou que ficou assustado ao saber que três colegas de profissão tinham sido executados e ele poderia estar entre as vítimas. 

"Realmente, fiquei assustado, pois quando mandaram as fotos e disseram que tentaram pegar o carro, a gente fica assustado. É Deus que protege a gente", encerrou. 

LEIA MAIS: "Sentimento de ameaça", diz presidente da Associação de Motoristas por Aplicativo; veja vídeo

Reprodução

Manifestação Uber

 

MANIFESTAÇÃO

Os motoristas de aplicativos de Cuiabá irão paralisar as atividades nesta quarta-feira (17), às 15h. A Associação dos Guerreiros de Aplicativos está convocando os profissionais para se concentrarem na Orla do Porto. A reivindicação é por segurança. 

ENTENDA O CASO

Os motoristas Márcio Rogério Carneiro, 34 anos, Elizeu Rosa Coelho, 58 anos, e Nilson Nogueira, de 42, desapareceram na última semana, em Cuiabá. Os três saíram para trabalhar e não retornaram. Os veículos de Elizeu e Márcio foram encontrados abandonados, mas nem sinal dos homens. Na noite de segunda-feira, os corpos de Elizeu e Márcio foram localizados no bairro Jardim Petrópolis, na região do Chapéu do Sol, e em um lixão próximo do Capão do Pequi, ambos em Várzea Grande. O corpo de Nilson foi localizado nesta terça-feiram no mesmo local que uma das outras vítimas. 

 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros