Quarta-Feira, 30 de Outubro de 2019, 09h:57

Tamanho do texto A - A+

Mãe de criança desaparecida recebe foto de orelha mutilada e pedido de resgate

Por: LUIS VINICIUS

Samuel Victor da Silva

Anelice da Silva Gomes, mãe do menino Samuel Victor da Silva Gomes Carvalho, de 6 anos, que está desaparecido há 10 dias, recebeu uma foto, pelo WhatsApp de uma pessoa com a orelha cortada que supostamente seria de seu filho. Na troca de mensagens, a qual o HNT / HiperNotícias teve acesso, o possível golpista ainda pediu um valor de R$ 700 para “entregar” a criança à mãe. Veja o print no final da matéria.

Segundo Anelice, o fato aconteceu na última segunda-feira (28). O suposto golpista entrou em contato com a mulher dizendo que estava com Samuel e que se ela quisesse saber o paradeiro do filho teria que pagar a recompensa.

Depois de receber a informação do possível sequestro de seu filho, Anelice pede para que golpista a encaminhe uma “foto ou vídeo” para comprovar que a pessoa realmente estava em poder de Samuel. Após o pedido, o hipotético sequestrador mostra uma certa irritação e ameaça a mulher.

“Foto? Você que não manda o que pedi não pra você ver” (sic), disse o suposto criminoso. Em seguida, Anelice afirma que “desse golpisinho” ela já foi vítima e manda uma mensagem ironizando o receptor. Logo depois, o homem encaminha a foto de uma pessoa com a orelha cortada com a seguinte legenda: “Só um pedaço”.

Anelice afirma em um primeiro momento pensou que fosse Samuel, mas que descartou que fosse o filho ao perceber que a foto se tratava de um rosto adulto.

“No começo, eu até pensei que fosse ele (o Samuel) e até mostrei para minha mãe. Mas, depois demos um zoom na foto e percebemos que a pessoa tinha barba. Daí, descartamos que seria o meu filho”, disse a mulher à reportagem.

A mãe do menino ainda disse que essa foi a terceira vez que ele recebeu pedido de resgaste.

“Nós recebemos três ligações com pedidos de resgate. A primeira vez que ligaram disseram que tinham pistas dele, que sabiam onde ele estava. No entanto, eles queriam dinheiro para falarem. Depois, foi uma pessoa entrando em contato dizendo que queria R$ 20 mil para entregar a criança e por último esse de R$ 700”.

A Polícia Civil informou que recebeu a denúncia feita por Anelice e que investiga se a pessoa que entrou em contato sabe o real paradeiro da criança. 

Desaparecimento

Samuel desapareceu no início de 20 de outubro, supostamente ao fugir de casa para brincar com os amigos. O menino e seus familiares são moradores do bairro Jardim Iguaçu, da cidade de Rondonópolis (215 km ao Sul de Cuiabá).

O desaparecimento de Samuel da Silva é investigado pela Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente, sob supervisão da delegada titular Carla Cristina Peixoto Ferraz e da delegada Lígia Pinto da Silveira.

Informações sobre paradeiro de Samuel podem ser repassadas aos números (66) 99688-3839 (mãe) / (66) 3423-1754 / 3422-3800 (Delegacia).

print orelha.jpg

Prefixo do Rio de Janeiro mandou mensagens com ameaças

 

Leia mais

 

Em novo “trote”, bandidos pedem recompensa de R$ 20 mil por criança

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei







Mais Comentadas