Sexta-feira, 14 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,37
euro R$ 5,77
libra R$ 5,77

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,37
euro R$ 5,77
libra R$ 5,77

Polícia Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018, 09:50 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018, 09h:50 - A | A

NO PARQUE UNIVERSITÁRIO

Cliente é preso ao pagar serviço de Uber com nota falsa de R$ 50

LUIS VINICIUS

Um homem de 23 anos, identificado como J.S.S., foi preso pela Polícia Militar, suspeito de ter pago serviços de Uber com uma nota falsa de R$ 50. A prisão aconteceu na noite de quarta-feira (17), no bairro Parque Universitário, em Cuiabá.

 

Reprodução

Uber

 

O crime foi descoberto após policiais do 3º Batalhão receberem a denúncia de que, no bairro citado, uma pessoa teria repassado uma nota falsa. Diante da queixa, os militares foram até o local e encontraram a vítima que trabalha como motorista de Uber.

 

O trabalhador afirmou que pegou o suspeito no bairro Novo Terceiro e que J.S.S., pediu para que o motorista o leva-se até o bairro Jardim Imperial. Porém, ao chegar no destino o homem pagou a corrida com uma nota de R$ 50 e a vítima voltou o troco de R$ 26.

 

Após o pagamento, o motorista saiu do local e retornou ao seu ao trabalho. Porém, pouco tempo depois percebeu que a nota recebida era falsa. Diante disso, ele acionou a Polícia Militar.

 

Os agentes foram, com a vítima, até o local onde o motorista deixou o suspeito. Ao ser questionado, J.S.S., confessou o crime.

 

O suspeito foi preso e encaminhado à Delegacia da Polícia Federal para prestar depoimento ao delegado de plantão. O caso será investigado.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Fernanda 18/10/2018

Primeiramente vocês nem se informaram primeiro pra saber o j.s.s era o tal "preso" até pq ele é o uber que foi pago com nota falsa de 50 reais então se informem mais ate pq ele está saindo como criminoso. Digo isso pois ele é meu esposo. E quem repassou nota falsa um rapaz de 18 anos e uma menina de 16 anos.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros