Sábado, 13 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

Nó De Cachorro Terça-feira, 13 de Dezembro de 2022, 15:00 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 13 de Dezembro de 2022, 15h:00 - A | A

Nascituro: direita pressiona Emanuelzinho em votação

Próximo do recesso parlamentar, a bancada mais inclinada à direita radical da Câmara dos Deputados articula a votação emergencial do Estatuto do Nascituro, projeto de lei que tramita desde 2007 e cria novas tipificações penais, como o aborto culposo, apologia ao aborto e a proibição de “informações ou imagens depreciativas ou injuriosas à pessoa do nascituro”.

O PL 478/2007, que está sob relatoria do deputado Emanuel Pinheiro Neto (MDB-MT), pode ser votado nesta quinta-feira (15), na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.

A bancada do PSOL e outros partidos de esquerda afirmam que se trata de uma tentativa de criminalização da mulher, pois o texto proposto na lei transforma o aborto legal em crime hediondo, obrigando a mulher a manter o feto mesmo em caso de estupro.

Atualmente, é permitida no Brasil a interrupção da gestação em três casos: estupro, risco de morte da gestante e anencefalia, este último a partir de jurisprudência consolidada do Supremo Tribunal Federal.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros