Sexta-Feira, 24 de Julho de 2020, 18h:57

Tamanho do texto A - A+

"Espírito Santo habita na Igreja", diz pastor

Reprodução

Pastor Nelson Barbosa

 Pr Nelson Barbosa Alves

Autor de um pedido à 9ª Vara Civil de Cuiabá para suspender a convocação de assembleia geral da igreja Assembleia de Deus no dia 4 de agosto, com a finalidade de aprovar o nome do próximo presidente da subsede da igreja de Cuiabá, o pastor Nelson Barbosa Alves, 1º Secretário da congregação, distribuiu nota em grupos da irmandade explicando suas razões. Entre elas, a possibilidade de indicação de um segundo nome para o cargo pelo Comademat.

LEIA MAIS: Explicações do pastor Silas para as mortes do pai e irmão chocam igreja

"Um ponto importante deve ser colocado: A Igreja é Soberana (é o corpo de Cristo), que contém o ministério e não o inverso, este deve ouvi-la quando se trata de decisão dessa magnitude; o Espírito Santo habita na Igreja como corpo de Cristo; foi nessa compreensão que o Pr. Sebastião deixou estabelecido que caberia a ela a aprovação com 66,66% dos votos; à Mesa Diretora da COMADEMAT cabe indicar outro candidato, se porventura o seu indicado for rejeitado, em respeito ao Espírito Santo que orienta a Igreja nas suas decisões", frisa ele.

Conforme HiperNoticias já noticiou, o nome indicado para ocupar a presidência da Aasembleia d eDeus de Cuiabá é o pastor Silas Paulo de Souza, filho do Pr Sebastião Rodrigues de Souza morto no útimo dia 8.

LEIA MAIS: Juíza Sinii nomeia administrador provisório na Assembleia de Deus

Avalie esta matéria: Gostei +3 | Não gostei - 2



1 Comentários

Marcelo Souza - 25/07/2020

Esse suposto pastor precisa se converter. Hoje Nelson Barbosa e todo o grupo oculto que representa, é responsável pela maior dissensão que a Assembleia de Deus já viu na história em Mato Grosso. O pior é que nem esperaram o corpo do Pastor Sebastião ser sepultado direito e já foram brigar por poder. Triste. Como pastor, se esqueceu, queimou ou rasgou o trecho das Escrituras em 1 Coríntios que diz: "1 Como algum de vós, tendo um assunto contra outro, ousa ir a juízo perante os injustos, e não perante os santos? 2 Não sabeis que os santos julgarão ao mundo? E se o mundo é julgado por vós, por acaso sois vós indignos de julgar as coisas mínimas? 3 Não sabeis que julgaremos aos anjos? Quanto mais as coisas desta vida! 4 Pois se tiverdes assuntos em juízo, relativos a coisas desta vida, pondes como juízes aos que são da igreja, mesmo que sejam os menos importantes. 5 Eu digo isto para vos envergonhar. Não há entre vós algum sábio, nem pelo menos um, que não possa julgar entre seus irmãos? 6 Mas o irmão vai a juízo contra outro irmão, e isto perante incrédulos? 7 Na verdade, já é uma grave perda para o fato de moverem ações uns contra os outros. Por que não aceitais serdes injustiçados? Por que não aceitais o prejuízo?8 Em vez disso, vós mesmos injustiçais e prejudicais, e isto aos irmãos.9 Ou não sabeis que os injustos não herdarão o Reino de Deus? Não erreis: nem os sexualmente imorais, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os afeminados, nem os homossexuais,10 nem os ladrões, nem os gananciosos, nem os beberrões, nem os maldizentes, nem os que roubam herdarão o Reino de Deus."

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA







Mais Comentadas