Mundo Terça-feira, 19 de Julho de 2011, 09:14 - A | A

Terça-feira, 19 de Julho de 2011, 09h:14 - A | A

JAPÃO

Remoção de combustível nuclear vai iniciar até 2015

Usina de Fukushima Daiichi foi afetada por terremoto seguido de tsunami no Japão

PORTAL G1

O governo do Japão disse nesta terça-feira (19) que vai começar a retirar até no máximo 2015 o combustível nuclear das piscinas de armazenamento na usina danificada de Fukushima Daiichi, bastante danificada pelo terremoto seguido de tsunami de 11 de março.

O governo também disse que irá considerar até janeiro o cronograma para o retorno de cerca de 80 mil moradores que foram retirados dos arredores da usina, disseram autoridades a jornalistas.

A Tokyo Electric Power Co operadora da usina nuclear de Fukushima Daiichi, elaborou em abril um cronograma de duas etapas e estabeleceu uma meta para trazer os reatores a um estado de 'desligamento a frio', onde o urânio no núcleo não é mais capaz de evaporar a água usada para o resfriamento.

Autoridades do governo disseram que o Japão já cumpriu o primeiro critério de esfriar os reatores de forma estável, e que seguirão com sua meta de realizar o desligamento a frio dos reatores até janeiro.

 Autoridades então iniciarão a limpeza e a retirada de combustível do local, 240 quilômetros a norte de Tóquio.

O desmantelamento dos reatores demorará mais de 10 anos, disse o ministro da Crise Nuclear, Goshi Hosono, a um comitê parlamentar nesta terça-feira.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros