Domingo, 21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Mundo Segunda-feira, 24 de Junho de 2024, 17:30 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 24 de Junho de 2024, 17h:30 - A | A

EUA, Coreia do Sul e Japão condenam maior cooperação entre Rússia e Coreia do Norte

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

Os Estados Unidos, a Coreia do Sul e o Japão condenaram nos "termos mais veementes" o aprofundamento da cooperação militar entre a Coreia do Norte e a Rússia, incluindo a continuação das transferências de armas de Pyongyang para Moscou, que violam múltiplas Resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, e ameaçam a estabilidade tanto no Nordeste da Ásia como na Europa.

Em comunicado conjunto, os três países afirmam que o avanço da parceria, conforme sublinhado pela assinatura do "Tratado de Parceria Estratégica Abrangente" durante a visita do líder russo Vladimir Putin a Pyongyang, em 19 de Junho, deve ser motivo de grande preocupação para "qualquer pessoa com interesse em manter a paz e a estabilidade na Península Coreana, defendendo o regime global de não proliferação nuclear e apoiando o povo da Ucrânia na defesa da sua liberdade e independência contra a agressão brutal da Rússia".

Os países reafirmam a sua intenção de reforçar ainda mais a cooperação diplomática e de segurança para combater as ameaças que a Coreia do Norte representa para a segurança regional e global e para evitar a escalada da situação. "Os compromissos dos EUA com a defesa da República da Coreia e do Japão permanecem firmes. Os Estados Unidos, a Coreia do Sul e o Japão também reafirmam que o caminho para o diálogo permanece aberto e instam a Coreia do Norte a cessar novas provocações e a regressar às negociações", afirma a publicação.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros