Mundo Sexta-feira, 10 de Junho de 2011, 14:50 - A | A

Sexta-feira, 10 de Junho de 2011, 14h:50 - A | A

BACTÉRIA

Alemanha confirma que brotos de feijão são a origem do surto de 'E.coli'

Anúncio foi feito nesta sexta (10) por autoridades sanitárias do país. Cepa da bactéria já matou 30, mas cai o número de novos doentes

Do G1

Cientistas alemães disseram nesta sexta-feira (10) a origem da cepa da bactéria E.coli, que provocou o recente surto no país. Brotos de feijão originaram a epidemia de diarreia hemorrágica que deixou 30 mortos na Europa

São os brotos de feijão os causadores", afirmou Reinhard Burger, diretor do Instituto Robert Koch (RKI, na sigla em alemão), durante uma coletiva de imprensa em Berlim das três instituições sanitárias federais que se ocupam da crise.

Segundo as análises, as pessoas que comeram esses brotos têm nove vezes mais possibilidades de sofrer com diarreias hemorrágicas e outros sinais de infecção pela bactéria E.coli entero-hemorrágica (Ehec, na sigla em inglês).

Gero Breloer/Associated Press
Cientista mostra brotos de feijão em Berlim, na Alemanha; o país suspendeu o alerta contra consumo de pepinos, alface e tomates

Foram feitos inúmeros testes com brotos germinados pela Gärtnerhof, Bienenbüttel (norte), que, de fato, comprovaram a presença irrefutável da bactéria, em "uma cadeia de indícios tão importante que se pode identificar a origem do contágio", segundo as autoridades sanitárias.

A coletiva reuniu três organismos: o RKI, o Birô Federal para a Proteção dos Consumidores e a Segurança Alimentar, e o Instituto Federal de Avaliação de Riscos. As três instituições anunciaram oficialmente a suspensão do alerta decretado no final de maio contra o consumo de pepinos, tomates e alface, que custou milhões de euros aos agricultores europeus.

"Nossos três institutos estão de acordo de que não há motivo para manter estas recomendações", afirmou um dos dirigentes.

Além disso, aparentemente a fonte da infecção já não está ativa e as cifras de novos doentes estão baixando. "Não há nenhuma outra pista além dos brotos germinados", explicou Burger, respondendo à pergunta se as autoridades estavam 100% certas de que não há outra fonte de contágio.

A bactéria E.coli fez cinco novas vítimas quinta-feira, na Alemanha, elevando o número de mortos da epidemia para 30. Ao todo, 29 pessoas morreram na Alemanha e uma na Suécia.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros