HiperNotícias - Você bem informado

Sexta-feira, 01 de Abril de 2011, 22h:31

Um cuiabano volta a assumir o Paiaguás

Com viagem de Silval aos EUA, Chico Daltro, que é cuiabano, assume governo por 10 dias

PAULO COELHO

Um cuiabano voltou a ocupar nesta sexta-feira (01.04) o maior posto da política de Mato Grosso, desde a saída de Dante de Oliveira (em 2002), com a transmissão do cargo de governador a Francisco Tarquinio Daltro (PP), que ficará no cargo pelos próximos 10 dez dias.Com a viagem oficial do titular Silval Barbosa [PMDB] aos Estados Unidos, Daltro assume o governo pela primeira vez num momento especial para a Capital do Estado, que são as comemorações do aniversário de Cuiabá, em 8 de abril, na próxima sexta-feira.

A transmissão de posse foi simples mas reuniu nesta tarde [01] no Palácio Paiaguás a maioria do secretariado, imprensa e familiares de Daltro, que emocionado recebeu de Barbosa carta branca para governar.

“A partir de agora o senhor tem a prerrogativa de governar em sua plenitude, inclusive todo o secretariado deve despachar com o governador Chico Daltro como se fosse comigo”, enfatizou Silval.

Daltro agradeceu ao peemedebista e se disse honrado por estar assumindo a gestão pela primeira vez.  

Marcos Negrini/Secom-MT
Silval Barbosa transmite o cargo de governador a Chico Daltro

“A minha emoção se traduz em responsabilidade imensa. Nosso trabalho se pauta na simplicidade. Vamos dar andamento naturalmente às ações iniciadas pelo nosso governador Silval Barbosa”, disse, lembrando que para ele a emoção ainda é maior pelo fato de ser cuiabano de uma família tradicional da Capital, e poder, assim, estar como governador justamente no aniversário de sua cidade natal, o que para ele é uma feliz coincidência.

Chico Daltro adiantou ainda que não há o que alterar no ritmo de trabalho que vem sendo empregado nesse início de gestão.

A agenda oficial divulgada do governador interino começa às 8 horas de segunda-feira [04] com uma vista institucional à Assembléia Legislativa, e às 9 horas, ao Tribunal de Justiça [TJMT].

“Isso é apenas o cumprimento do protocolo de relacionamento entre os poderes, onde irei ratificar que não haverá descontinuidade no dia-dia do governo, ou seja, a harmonia será mantida entre os poderes”, explicou.

Entretanto, Daltro fez questão de salientar que se desdobrará ao máximo para acompanhar o mais próximo possível a execução das obras firmadas no convênio entre o governo do Estado e a prefeitura de Cuiabá no valor R$ 40 milhões, sendo metade do Paiaguás e a outra metade como contrapartida do município.

Silval Barbosa, pelo cronograma traçado, deve retornar ao Brasil no sábado dia 9, reassumindo cargo na segunda dia 11.

“Eu tive a oportunidade, quando era vice, de assumir o governo ao longo de quatro anos por seis meses, e a mesma confiança que o ex-governador Blairo Maggi depositou em mim eu repasso ao meu vice Chico Daltro, por ele ser companheiro, amigo e altamente competente, acima de tudo”, completou.