Domingo, 16 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Esportes Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 17:45 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 17h:45 - A | A

Dupla Gre-Nal lança campanha 'jogando junto' para turbinar reconstrução no Rio Grande do Sul

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

Grêmio e Internacional lançaram, nesta terça-feira, uma iniciativa inédita que visa potencializar a ajuda ao Estado gaúcho, afetado pelas chuvas que arrasaram a região. Sob o slogan "#jogando junto pela reconstrução do RS", os dois clubes esperam unir a rivalidade centenária a fim de capitalizar ajuda e recursos para a reconstrução das cidades afetadas.

Em parceria com o governo do Estado, a dupla apresentou um projeto que visa também estimular doações de empresas, que serão encaminhadas para as pessoas afetadas pelas enchentes.

O evento aconteceu no Centro Administrativo de Contingência do Governo do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. A cerimônia contou com a presença dos presidentes do Grêmio, Alberto Guerra, e do Inter, Alessandro Barcellos, além do governador Eduardo Leite.

No projeto, Grêmio e Inter vão ceder espaços em seus uniformes e materiais esportivos, além de meios de comunicação, para dar visibilidade às empresas que abraçarem a iniciativa de participar da reconstrução da região. Os colaboradores poderão auxiliar das mais diferentes maneiras: doações em dinheiro, ajuda material, abertura de linhas de créditos ou qualquer outra forma de benefício às populações atingidas.

Outros clubes também foram convidados para esta empreitada e alguns já sinalizaram positivamente. A Central Única das Favelas (Cufa) vai se responsabilizar pelas doações.

A ideia de colocar Grêmio e Inter lado a lado surgiu de uma conversa entre Alberto Guerra e Alessandro Barcellos. "Logo no início das chuvas, quando conversei com o Alessandro, a gente viu que seria uma coisa diferente. Infelizmente as nossas previsões acabaram acontecendo e então nós pensamos em fazer alguma coisa", disse o dirigente gremista.

Neste momento de fragilidade e que milhões de pessoas estão sofrendo com a tragédia, Guerra enalteceu o espírito de união dos dois clubes. "Não podemos ficar aqui 'grenalizando', quem doa mais ou menos. Nossa rivalidade é a maior do Brasil porque precisamos do outro clube forte. Nem nós sabemos o tamanho desse projeto e tudo que pode sair daqui", comentou.

Também presente ao lançamento, Armando Barcellos afirmou que agora a palavra de ordem é "reconstrução". "O destino nos colocou aqui, nesta situação, para que a gente enfrentasse aquela que foi a maior catástrofe ambiental do nosso Estado. Passamos por um momento agudo de salvar vidas e temos de ir em frente."

O presidente do Internacional enfatizou que neste momento trágico, a rivalidade não deve ser exaltada e pregou a solidariedade em grau máximo. "Hora de esquecer o que nos diferencia e todos estarmos jogando junto, como diz o slogan, pela reconstrução do Rio Grande do Sul."

Outro grande símbolo da campanha será a cor roxa, resultado da união do azul (que remete ao Grêmio) com o vermelho (referência ao Internacional), além da logomarca que simboliza um aperto de mão entre os dois rivais em prol de quem mais necessita de socorro.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros