Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Entretenimento Sábado, 28 de Maio de 2016, 10:19 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 28 de Maio de 2016, 10h:19 - A | A

Mural em São Paulo denuncia violência contra a mulher

UOL

Um mural inaugurado em São Paulo, para denunciar a violência praticada contra as mulheres, atrai a atenção das pessoas que passam pela Avenida Paulista.

 

Mural vio

 

O local foi entregue nesta sexta-feira (27) à população durante um ato público, que exigiu punição rigorosa para os envolvidos no estupro coletivo praticado no Rio de Janeiro contra uma jovem de 16 anos.

 

No mural, montado no Vão Livre do Masp, foram colados centenas de cartazes, com frases que denunciam os vários tipos de agressão a que são submetidas as mulheres brasileiras.

 

Entenda o caso

 

O caso do estupro coletivo ganhou repercussão no Brasil e no mundo e está sendo investigado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. A jovem denuncia que foi dopada e estuprada por mais de 30 homens armados com fuzis e pistolas em uma casa da Favela do Barão, na Praça Seca, zona oeste da cidade.

 

"Não dói o útero e sim a alma", disse a jovem após ser atacada, em postagem no Facebook. A avó da menina viu o vídeo e se disse chocada com as imagens.

 

Imagens do crime foram gravadas e compartilhadas na internet. A Polícia Civil já identificou suspeitos de terem cometido o crime: entre eles, dois são suspeitos de terem divulgado as imagens nas redes sociais; um seria namorado da jovem; e outro aparece no vídeo ao lado da garota.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros