Economia Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011, 17:34 - A | A

Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011, 17h:34 - A | A

DIÁLOGO

Fórum regional discute custos de obras públicas

O evento está sendo realizado hoje e aborda a importância da elaboração de orçamentos pré-licitatórios para obras públicas

DA REDAÇÃO

 

Mayke Toscano/Hipernotícias

 

Representantes do o Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos (Ibec), do Tribunal de Contas da União (TCU), do Tribunal de Contas do Estado (TCE), além de empresas do segmento da construção participam a partir desta quarta-feira (30) do 1º Fórum Regional de Custos de Obras Públicas que discutirá, principalmente sobre a elaboração de orçamentos antes das licitações.

O Fórum está sendo realizado na Capital de Mato Grosso devido à importância da região Centro-Oeste no atual cenário econômico e de construção, além da previsão da execução obras públicas de grande relevância devido a cidade sediar a Copa de 2014.

De acordo com Rubens Borges, coordenador do Fórum, existe uma real necessidade de que a sociedade coloque em discussão o uso de metodologias adequadas para a elaboração de orçamentos pré-licitatórios para obras públicas.

“Tanto as associações de classe que representam as empresas de engenharia como os que representam os profissionais deste segmento podem ser observado o mesmo problema das demais regiões do Brasil, ou seja, os orçamentos pré-licitatórios não estão sendo elaborados adequadamente, causando divergências de entendimento muito graves quanto aos custos de obras realizadas”, pontua.

Assim, o Fórum irá discutir os custos das obras públicas, a elaboração dos projetos e a importância de se conhecer a forma com que é realizado um projeto evitando o desacordo financeiro entre o que foi planejado e o real valor da obra na hora em que se começam as edificações.

O Sindicato da Indústria da Construção Civil de Mato Grosso (Sinduscon-MT) participa das palestras e debates realizados na defesa da elaboração de projetos eficazes e com valores que representam o que é praticado no mercado local da construção.

Além disso, e assim como já apresentou ao Tribunal de Contas do Estado, o sindicato apoia a fiscalização das obras públicas, bem como a cobrança de sua eficiência, desde que o projeto licitado esteja de acordo com os valores de mercado, bem como esteja tecnicamente correto.

Este fórum integra uma sequência de eventos que percorre as cinco regiões do país antes do Fórum Brasileiro de Custos de Obras Públicas, que será realizado em 2012. O evento acontece no auditório da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM) e todos os interessados podem participar gratuitamente.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros