Economia Quinta-feira, 18 de Agosto de 2011, 17:28 - A | A

Quinta-feira, 18 de Agosto de 2011, 17h:28 - A | A

PESQUISA

Crise é oportunidade para baixar juros, diz Ipea

De acordo com o estudo, a situação brasileira nesta crise é melhor do que na turbulência de 2008

DA FOLHA DE SÃO PAULO

A crise internacional é uma oportunidade para o Brasil fazer uma mudança intensa na sua política monetária, diz estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira, o Brasil deve aproveitar o momento de turbulência internacional para tentar baixar a taxa Selic, que atualmente está em 12,5%.

"A crise é uma oportunidade para suavizar a política monetária, tendo como resultado a redução sensível das taxas de juros e o direcionamento da economia, articulado entre setor público e privado, para além das rendas financeiras e impulsionando a produção", diz a pesquisa.

Para o pesquisador do Ipea, Claudio Hamilton, um dos instrumentos que podem ser usados em substituição à taxa de juros é o aumento de compulsórios por parte dos bancos. Outra medida que o governo deveria tomar é uma maior restrição ao crédito.

"É possível diminuir a taxa de juros e combater a inflação [ao mesmo tempo] com outros instrumentos, como o aumento de compulsório de bancos e as restrições ao crédito. Se você tem o crédito restrito, você diminui a demanda. Ao fazer isso, você diminui a pressão sobre as contas públicas", afirmou Claudio Hamilton, pesquisador do Ipea.

De acordo com o estudo, a situação brasileira nesta crise é melhor do que na turbulência internacional de 2008. Segundo Hamilton, a situação fiscal do país é particularmente favorável em comparação com a situação internacional.

Outro fator que pode impulsionar a demanda é o aumento do salário mínimo em 2012, que será funcional em uma situação de desaquecimento da economia.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros