Copa Pantanal Quarta-feira, 13 de Abril de 2011, 12:27 - A | A

Quarta-feira, 13 de Abril de 2011, 12h:27 - A | A

MOBILIDADE URBANA

Agecopa já está licitando primeiro lote de obras, no valor de R$ 357 milhões

Edital foi lançado no dia 30 de março para a construção de oito viadutos, seis trincheiras, uma ponte e alargamento de vias na Miguel Sutil, Fernano Correa e Av. da FEB. Recursos são do Dnit/Ministério dos Transportes

DA REDAÇÃO

 

Marcos Negrini/SEcom/MT
Tanto Governo como Agcopa deixaram passar batido que obras já estão sendo licitadas e deverão começar em maio
Com as disputas políticas e a crise institucional que cercam a Agecopa, passou desapercebido que a autarquia já iniciou o processo de licitação do primeiro lote de obras que terão forte impacto nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. Foi lançado no dia 30 de março o edital 0104, para contratação de empresas especializadas para a construção de oito viadutos, seis trincheiras e uma ponte nas duas cidades. Estas são consideradas as principais obras para melhorar a mobilidade urbana à realização da Copa de 2014 na capital de Mato Grosso.

As obras vão representar um investimento de R$ 357 milhões, com recursos do Ministério dos Transportes, via Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

"Este é mais um passo importante que Mato Grosso está dando no sentido de agilizar as obras de mobilidade urbana que vão melhorar a vida de toda a população", afirma Yênes Magalhães, diretor de Planejamento e presidente interino da Agecopa, conforme o site da agência. Ele lembrou que Cuiabá é uma das cidades sede mais adiantadas não só na construção da Arena mas também em relação aos procedimentos necessários para as obras de mobilidade.

As informações seriam repassadas no final da manhã desta quarta-feira (13) à Comissão Especial criada pela Assembléia Legislativa para acompanhar a atuação da Agecopa, pelo diretor de Infra-estrutura da autarquia, Carlos Brito. Ele foi convocado pelo presidente da Comissão, deputado Wagner Ramos (PR).

“Vamos mostrar a verdade sobre o que já foi feito e o que está em execução pela Agecopa. Há muita desfinformação em todo esse debate”, adiantou Carlos Brito. “Todos os projetos para essas obras foram elaborados pela Agecopa, e os recursos viabilizados pelo governo de Mato Grosso, com a nossa participação direta”, acrescentou ele.

VIADUTOS

As obras de viaduto, bem como as trincheiras (que são passagens subterrâneas) atenderão os trechos urbanos das rodovias federais 163, 364 e 070, que cortam Cuiabá e Várzea Grande, por meio das avenidas Miguel Sutil e Fernando Correa (Cuiabá) e da FEB (Várzea Grande).

A ponte que está sendo licitada será erguida como uma nova alternativa de ligação entre a região Sul de Cuiabá (Grande Coxipó) com o centro da cidade, umas das rotas de trânsito mais estranguladas na atualidade.

Já o viaduto de Várzea Grande será construído no entroncamento da Avenida da FEB com a Avenida 31 de Março, na região hoje conhecida como Posto Zero, próxima ao aeroporto Marechal Rondon.

O edital prevê também o alargamento de pistas em vários trechos das três avenidas. O prazo para abertura das propostas das empresas interessadas é dia 10 de maio, já que a modalidade da licitação é concorrência pública, que possui prazos maiores. A previsão da atual diretoria da Agecopa é que, caso não haja questionamentos jurídicos costumeiros em licitações públicas, como pedidos de informação ou impugnações, a obras já possam começar a ser executadas ainda em maio.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros