Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 11h:48

Tamanho do texto A - A+

Suposto dono de terreno alega invasão e prefeitura adia inauguração de Hospital Veterinário

Por: WELLYNGTON SOUZA

A Prefeitura de Cuiabá cancelou o lançamento da obra do Hospital Veterinário Municipal (HVM) - Manchinha, prevista para manhã desta segunda-feira (17). O suposto proprietário do terreno, localizado em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus, no Parque Cuiabá, onde deverá ser construído o HVM, esteve no local e afirmou não ter cedido o lote à prefeitura.

Alan Cosme/HiperNoticias

juares samaniego

 

O proprietário do terreno identificado como Luiz Alberto Gebrim disse à imprensa, que adquiriu o terreno por R$ 1 milhão no ano de 2010. “Essa área me pertence desde 2010, paguei R$ 1 milhão, antes deu fazer aquisição da área, eu fui na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, fui no Cartório do 5º Ofício conferir se estava tudo certo, com aval do tabelião eu comprei a área. Fiz a escritura e registrei. Por que estou pagando IPTU de uma área que não é minha? Pago uma faixa de R$ 20 mil de IPTU. Eu quero um esclarecimento de como vai ficar, pois a prefeitura invadiu o terreno”, declarou.

O secretário de Meio Ambiente Juarez Samaniego afirmou que a prefeitura ingressará na Justiça com uma liminar para mostrar a verdadeira titularidade da área.

“Essa obra começou há 40 dias. Se tivesse que tomar uma providência, o proprietário deveria ter entrado na justiça antes. Eu não vou questionar o suposto proprietário. Achamos por bem suspender o lançamento da obra e vamos conseguir uma liminar. Vamos tomar toda o procedimento necessário, vamos na Justiça provar que a área é do município de Cuiabá”, rebateu.

HMV

A unidade irá atender gatos e cachorros gratuitamente, com exames laboratoriais, consultas e cirurgias. O prédio – que tem prazo de entrega de 150 dias – deverá ser construído em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus, instalado na Rodovia Palmiro Paes de Barros.

A criação HMV faz parte de uma das promessas da gestão Emanuel Pinheiro (MDB). O HVM contará com três etapas para sua instalação completa: a primeira destina-se à implantação do pronto-socorro. Já na segunda fase será criado um centro veterinário com a implantação de canil e gatil. Já a terceira etapa irá contemplar um espaço destinado ao lazer da população.

O local também se tornará a sede da Diretoria de Bem-Estar Animal, que é vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. A estrutura vai contar com três consultórios, área para animais hospitalizados, área de controle emergencial, sala de raio-x, laboratório de análises clínicas e sala de cirurgia.

Origem do nome

Em dezembro de 2018, uma cachorra de nome ‘Manchinha’, foi espancada até a morte no estacionamento de um hipermercado em Osasco (São Paulo), por seguranças e a atrocidade gerou repercussão em todo país. O nome escolhido para a unidade tem o intento de evidenciar o respeito aos animais pela gestão municipal de Cuiabá.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei