Cidades Sexta-feira, 10 de Junho de 2011, 08:43 - A | A

Sexta-feira, 10 de Junho de 2011, 08h:43 - A | A

VOLTA AOS TRABALHOS

Policiais civis voltam ao trabalho e esperam reunião com o Governo

158 delegacias do Estado voltam a atender normalmente a população

ALIANA F. CAMARGO
aliana@hipernoticias.com.br

Widson Maradona/AL

Na segunda (13), categorias sentam com César Zílio (Administração) para negociar reestruturação salarial

Depois da paralisação que durou dois dias para chamar a atenção do Poder Executivo, investigadores e escrivães voltaram ao trabalho nas 158 delegacias do Estado. Em Cuiabá, por exemplo, a rotina foi retomada logo na manhã de quinta-feira (9)

Agora, sindicatos que representam as categorias esperam reunião na segunda-feira (13) com o secretário de Administração, César Zílio, e a comissão de segurança da Assembleia Legislativa, presidida por Walter Rabello (PP) às 14h na Secretaria de Administração.

Cerca de 2 mil policiais civis esperam posição favorável do Governo e querem a reestruturação salarial. Na terça-feira (14), após reunião com secretário César Zílio, a categoria realiza assembleia geral às 09h na sede do Sindicato dos Investigadores da Polícia Judiciária Civil (Siagespoc) para avaliar a proposta do Governo.

Walter Rabello, que também faz a intermediação das negociações de policiais militares, espera que o Governo entre em consenso já que o setor da segurança é fundamental para a realização da Copa do Mundo de 2014.

NOMEADOS

Uma das reivindicações dos investigadores e escrivães é a contratação de mais profissionais. O governo já anunciou a posse dos novos 375 policiais civis às 16 horas, do dia 21 de junho no Hotel Fazenda Mato Grosso.

Serão nomeados 244 escrivães e 131 investigadores, é importante lembrar que o prazo para a entrega dos documentos será até o dia 17 de junho. Os documentos (incluindo laudo pericial) devem ser entregues à Secretaria de Administração (SAD), na coordenadoria de Provimentos.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros