Terça-feira, 28 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,62
libra R$ 5,62

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,62
libra R$ 5,62

Cidades Terça-feira, 17 de Maio de 2016, 11:23 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 17 de Maio de 2016, 11h:23 - A | A

TRAGÉDIA

Morte de criança de dez anos pode ter sido acidental, afirma delegado

MAX AGUIAR

Um dos casos que mais chamou atenção da sociedade nesta semana pode tomar outras vertentes durante o decorrer das investigações. A morte de uma criança de dez anos no bairro Nova Canaã, em Cuiabá, que foi tratado como suposto suicídio pode ter ocorrida de maneira acidental. H.M.P foi encontrado na sexta-feira (14) por sua mãe, quando estava pendurado em um cinto dentro de um guarda-roupas.

 

Mayke Toscano/Hipernotícias

Deddica

Caso está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Criança e do Adolescente

Durante perícia na casa do menino, realizada na segunda-feira (16), pela Politec, com acompanhamento do delegado Eduardo Augusto de Paula Botelho, foram encontradas no guarda-roupa digitais de crianças, que comprovam que ele teria subido sozinho e usado a gaveta para colocar o cinto no cabideiro e se pendurar. A perícia constatou que a gaveta estava cedida.

 

Na necropsia do corpo também não foram encontradas lesões externas e nem no pescoço, indicando que ele não foi espancado e ficou pouco tempo pendurado.

 

O pai, a mãe e um tio da criança foram ouvidos na manhã desta terça-feira (17), pelo delegado Eduardo Augusto de Paula Botelho. A mãe contou que o menino era alegre e sua única reclamação era de sofrer bullying na escola, devido a sua cor negra.

 

O delegado ressaltou também que não foram encontradas nenhuma denúncia de agressão ou maus tratos contra o menino no Conselho Tutelar e agora o desafio será saber se o menino tinha a intenção de se matar ou se foi um acidente, já  que o irmão mais novo da vítima contou que ele gostava de fazer brincadeiras de se fingir de morto.

 

Para finalizar o inquérito, o delegado aguarda resultado de exames complementares, entre eles o toxicológico, e deverá ouvir professores da escola, onde o garoto estudava.

 

O caso

 

Na tarde de sexta-feira (13), o garoto assistia um filme com a mãe e o irmão mais novo de 6 anos e a irmã de 2 anos, quando saiu da sala e foi até o quarto. Logo ele foi encontrado pelo irmão pendurado no cinto, dentro do guarda-roupa. O garoto foi  socorrido pela mãe e levado pelo Samu até o Pronto Socorro, local que foi à óbito no sábado (14), por volta das 12 horas.

 

O menino foi enterrado no domingo.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros