Quinta-Feira, 15 de Outubro de 2020, 17h:00

Tamanho do texto A - A+

Marcelo Chamusca rejeita proposta do Cruzeiro e continua no Cuiabá

Por: LUIS VINICIUS

O técnico do Cuiabá, Marcelo Chamusca, recusou uma proposta para dirigir o Cruzeiro no Campeonato Brasileiro da Série B. Essa é o quarto técnico que rejeita proposta do clube mineiro que está sem um comandante desde o último domingo (11) após a demissão de Ney Franco. A informação foi confirmada pelo site Globo Esporte.

chamusca1.jpeg


 Técnico do Cuiabá, Péricles Chamusca

Chamusca teria sido procurado pelo presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues. As informações apontam que o salário proposto ao técnico do “Dourado” seria maior do que ele recebe no clube mato-grossense. Entretanto, o treinador recusou a proposta e decidiu ficar no Cuiabá. A equipe lidera a competição e é um dos favoritos para conseguir acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

Ele é o quarto técnico a recusar um convite do Cruzeiro. Após a demissão de Ney Franco, a diretoria mineira procurou o técnico Lisca, do América-MG, Luiz Felipe Scolari, sem clube, e Umberto Louzer, da Chapecoense. Contudo, informações apontam que as negociações com o técnico campeão do mundo foram retomadas.

Um ano no Dourado

Na última segunda-feira (12), Chamusca completou 1 ano à frente da equipe cuiabana. O técnico estava no CRB (AL) e entrou no lugar de Schülle. O Dourado lidera a competição com 32 pontos, sendo quatro a mais que o vice-líder Chapecoense. Porém, o Cuiabá possui dois jogos a menos.

Já o Cruzeiro segue na vice-lanterna com 12 pontos. O clube mineiro enfrentará na próxima nesta sexta-feira (16) o Juventude. Já o Cuiabá entra em campo apenas na próxima quarta-feira (21), na Arena Pantanal, na Capital mato-grossense.  

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei