Sexta-Feira, 24 de Janeiro de 2020, 09h:30

Tamanho do texto A - A+

Bairro novo de Chapada dos Guimarães tem energia ligada pela primeira vez

Energisa construiu a rede elétrica com investimentos de cerca de 150 mil reais

Por: REDAÇÃO

Altos da Chapada é um bairro recente de Chapada dos Guimarães. Povoado há menos de quatro anos, cerca de 250 famílias se mudaram para lá para realizar o sonho de sair do aluguel. Nas últimas semanas de 2019, os moradores passaram a conviver com as equipes da Energisa furando o chão, puxando cabos, fixando estruturas. Mas nada disso os incomodava. Era a sonhada energia elétrica que chegava, depois de dois anos na escuridão, vivendo com lamparinas e lanternas. 

Divulgação

bairro novo em chapada energia

A obra de regularização do Altos da Chapada foi entregue na última semana de 2019. A Energisa construiu a rede de distribuição, com investimentos que chegaram a R$ 150 mil. Foram colocados 39 postes, 800 metros de cabos, dois transformadores e retiradas algumas ligações irregulares identificadas no local. Os moradores receberam a rede pronta e as casas já com energia elétrica. Para os moradores que ainda não tinham adquirido o padrão, a Energisa instalou o modelo utilizado pela empresa para troca de padrões, sem custo nenhum para os moradores.

“Desde que nos mudamos estamos lutando para trazermos infraestrutura para o bairro. Desde então usamos lamparinas à noite e bebemos água que congelávamos durante o dia na cidade, na casa de amigos e familiares. Em 2018 fizemos a primeira visita à Energisa. Desde esse momento até a instalação dos padrões, todos na empresa nos atenderam muito bem. Algumas famílias não tinham comprado o padrão ainda. A Energisa veio e instalou para elas. Essa foi uma ajuda relevante, pois esse valor poderá ser usado em alimentação ou nas obras das casas. Agora temos qualidade de vida, conta Aislan Sebastião Cunha Galvão, presidente da Associação Primeiro de Julho, que representa os moradores do Altos da Chapada.

Emocionada, Eva Gorete Scalco, 61, gritou para chamar os vizinhos na manhã de hoje (23). Ela queria que todos soubessem o quanto ela estava feliz com energia elétrica em casa e falava: “Estou sonhando. Na minha casa tem energia. Estou lavando roupa na máquina de lavar e não na mão. Na máquina e não na mão”.

“Nós lutamos muito, corremos muito atrás e tivemos apoio de muita gente. Somos gratos a todos. Estávamos ansiosos pela chegada da energia e isso aconteceu”

Eva contou que ela e outras famílias passaram dois anos desconectados do mundo. Para iluminar a noite, lampião e lanternas. Para saber das notícias, se não tivesse internet, era pelas filhas que ligavam pra contar o que viram. “Nós lutamos muito, corremos muito atrás e tivemos apoio de muita gente. Somos gratos a todos. Estávamos ansiosos pela chegada da energia e isso aconteceu”, disse.

Franceilton Souza da Silva, supervisor de Equipes de Campo da Energisa Mato Grosso, conta que quando foram fazer a ligação da energia nas casas, além de instalarem o padrão, também fizeram reuniões de orientação com os moradores, falando sobre temas que eles passarão a vivenciar mais a partir de agora, como economia de energia, uso seguro da energia, tarifa social, bandeiras tarifárias, tarifa e composição da conta.

Marcos Eduardo Silva, coordenador de Construção e Manutenção da Distribuição da região Metropolitana lembrou que levar a conforto para as pessoas é um dos objetivos da Energisa Mato Grosso. Segundo ele, a empresa tem feito o possível para atender pedidos como este com prioridade, por entender o impacto na qualidade de vida das pessoas.

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei