Terça-Feira, 01 de Agosto de 2017, 08h:20

Tamanho do texto A - A+

Aeroporto Marechal Rondon melhora índices, mas segue como segundo pior do país

Por: CAMILLA ZENI

O Aeroporto Internacional Marechal Rondon, localizado no município de Várzea Grande, continua sendo o segundo pior do Brasil, conforme avaliação do segundo trimestre de 2017, realizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O resultado da pesquisa foi apresentado pelo secretário da Aviação Civil, Dário Lopes, no terminal mato-grossense nesta segunda-feira (31). Ao todo, a pesquisa avalia a satisfação geral dos usuários dos 15 principais aeroportos do país.

 

GCOM-MT

aeroporto marechal rondon

 

Conforme a pesquisa, o aeroporto de Cuiabá recebeu a nota 4,07 na avaliação, o que representa uma melhora de 21,1% em relação a 2016, quando recebeu nota 3,36. Na primeira avaliação do ano, que mediu os índices de satisfação geral do primeiro trimestre, o terminal já tinha apresentado aumento de 23% no índice de satisfação. Com isso, o aeródromo mato-grossense teve a maior evolução comparada aos aeroportos pesquisados, pela segunda vez consecutiva.

 

A pesquisa foi aplicada entre os meses de abril e junho, nos aeroportos do Amazonas, Bahia, Brasília, Ceará, Cuiabá, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e São Paulo. Ao todo, 13,1 mil passageiros foram entrevistados, e 92% dos viajantes consideram os terminais bons ou muito bons.

 

Na pesquisa, são questionados 33 itens, dispostos em categorias de Infraestrutura aeroportuário, facilidades ao passageiro, companhias aérea, órgãos públicos e transporte público. São perguntas que levam em consideração o tempo na fila, limpeza, assentos na sala de embarque, segurança, sinalização, facilidade no embarque, conforto acústico, disponibilidade de tomadas, internet wifi, custo benefício do estacionamento e de materiais de consumo vendidos dentro dos terminais.

 

Segundo os passageiros, Cuiabá é o pior terminal no quesito sinalização, qualidade e custo-benefício de comidas, disponibilização de bancos e casas de câmbio, e um dos melhores em relação a facilidade de embarque e desembarque e tempo de fila para check-in.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas