Brasil Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2011, 15:32 - A | A

Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2011, 15h:32 - A | A

COPA 2014

Estados terão R$ 37 mi para reforçar segurança em fronteiras

Participam do Plano os seguintes Estados: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina

DA FOLHA DE SÃO PAULO

Estados terão acesso a R$ 37 milhões para fortalecer a segurança em áreas de fronteira, informou o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça). Nesta quinta-feira, os 11 Estados contemplados assinaram o termo de adesão ao Plano Estratégico de Fronteiras, que possibilitará o acesso aos recursos.

De acordo com o ministro, o Plano Estratégico seguirá um cronograma até 2014, em que serão implementadas medidas uniformes e integradas contra os tráficos de drogas e de armas vindos de países vizinhos.

Deverão ser contratados, em 2012, 1.500 policiais rodoviários federais e 1.300 policiais federais, encaminhados para as áreas de fronteira, para colocar o plano em prática.

Todos os estados envolvidos no plano já apresentaram seus respectivos projetos, em fase de análise na Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), órgão que articula a adoção das políticas junto aos órgãos de segurança pública dos estados.

"Uma séria de medidas estruturantes serão tomadas em 2012 e 2013, mas o que já foi implementado de junho para cá é de um êxito impressionante. Conseguimos integrar as forças federais que se destinam ao controle de fronteiras; coisa que, no passado, nem sempre foi possível fazer", disse José Eduardo Cardozo.

O Plano é uma ação entre os ministérios da Justiça e da Defesa, e terá o apoio logístico das Forças Armadas; coordenados pelo vice-presidente Michel Temer.

Participam do Plano os seguintes Estados: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Marcos Negrini/Secom-MT

Policiais do Gefron em operação na região da fronteira Mato Grosso-Bolívia

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros