Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Política Segunda-feira, 27 de Junho de 2016, 14:45 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 27 de Junho de 2016, 14h:45 - A | A

POLÊMICA DA RGA

Oposição vê desconforto na base e tenta reverter votação; governistas já "cantam vitória"

PABLO RODRIGO

Mesmo com a derrota por 13 votos a 9 na primeira votação do projeto de lei que prevê pagar 6% da Revisão Geral Anual (RGA), em três parcelas ,e condiciona os 5,28% restantes ao cumprimento de Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), os oposicionistas acreditam que podem reverter a votação com a apresentação de um substitutivo integral do projeto.  

 

Alan Cosme/HiperNoticias

emanuel pinheiro

Pinheiro afirma que existe "desconforto" na base governista por causa da proposta do Executivo

Segundo o deputado estadual Emanuel Pinheiro (PMDB), existem deputados da base aliada que ainda estão “desconfortados” com a proposta do governo.

 

 “Nós vamos tentar até o último minuto conquistar votos para derrotar essa proposta. os deputados da base estão sensíveis ao apelo dos servidores. Estão desconfortados com essa situação. Então vamos tentar construir um substituto que possa sensibilizar o governador e a sua base”, disse o parlamentar, lembrando que o governador fez “corpo a corpo” para que os deputados votassem favorável ao projeto.

 

O deputado Estadual Zeca Viana (PDT), diz que o substitutivo será apresentado ao governador Pedro Taques (PSDB).

 

“O deputado Sebastião Rezende (PSC) acatou a nossa proposta e concedeu vistas na Comissão de Constituição e Justiça. E agora vamos apresentar o substitutivo para o governador Pedro Taques analisar. Hoje o fim da greve está nas mãos do governador”, afirmou.

 

Já o líder do governo, deputado Wilson Santos (PSDB), acredita que o substitutivo será rejeitado com folga. “Com toda segurança será rejeitado. O governo já chegou no seu limite. A Base aliada vai se manter unida e coesa”, disse Wilson.

 

O governador Pedro Taques também evitou comentar a primeira votação na Assembleia Legislativa. “Não quero jantar antes do almoço. Teve uma votação em primeiro turno, depois houve um pedido de vistas. Agora vamos aguardar a votação de amanhã. Depois que votar, caso aprovado, virá para o executivo vetar ou sancionar a lei”, disse.

 

Já a deputada Janaina Riva (PMDB) disse que mesmo que a Assembleia Legislativa aprove o projeto do Executivo, dificilmente a greve acabará. “Não adianta empurrar um projeto ‘Goela abaixo’ porque não vai resolver a questão da greve. Os servidores já disseram que não vão voltar da greve se esse projeto for aprovado do jeito que está. Por isso que esse novo substitutivo vai dar a oportunidade de se iniciar um novo processo de negociação”, disse a deputada.

 

O projeto de pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) de 2016 foi aprovado em primeira votação na manhã desta segunda-feira (27) pela Assembleia Legislativa, com 13 votos favoráveis e 9 contrários à proposta do governo, que foi rejeitada pelo Fórum Sindical. 

 

Uma nova sessão extraordinária está marcada para acontecer amanhã (28) às 10 horas.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros