Segunda-feira, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

Política Quinta-feira, 22 de Novembro de 2018, 15:11 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 22 de Novembro de 2018, 15h:11 - A | A

CONTRATOS DO ESTADO

Mauro Mendes anuncia que irá reavaliar e até mudar decisões de Taques

LEONARDO HEITOR

O governador eleito Mauro Mendes (DEM) anunciou nesta quinta-feira (22), em um vídeo, que irá analisar e revisar, caso necessário, todas as decisões tomadas pelo governador Pedro Taques (PSDB) nos últimos 90 dias de mandato do tucano. O ex-prefeito de Cuiabá assumirá o Palácio Paiaguás no dia 1º de janeiro de 2019.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

mauro mendes

 Mauro prometeu analisar decisões de Taques nos últimos 90 dias

O principal alvo de Mauro Mendes, ao anunciar a medida, é em relação a possíveis mudanças no que tange contratos e licitações por parte do Governo do Estado e que possam vir a ser tomadas por Taques no final de seu mandato.

 

"Queria comunicar a todos, principalmente aos envolvidos nas cadeias de fornecimento do Estado, que todas as decisões que foram ou serão tomadas nos últimos 90 dias, serão passíveis de uma reanálise e até mesmo de alteração na nossa administração", afirmou o ex-prefeito. 

 

Segundo Mauro Mendes, a medida irá atender a critérios que beneficiem o interesse público, juntamente com a capacidade de pagamento do Estado e a atual situação financeira do Tesouro Estadual.

 

"Faremos isso com o exclusivo critério de atender ao interesse público, considerando o caixa e a dura realidade financeira de Mato Grosso", completou Mauro Mendes, no vídeo.

 

Em entrevistas recentes, o futuro governador tem afirmado que Mato Grosso "deve para Deus e todo mundo" e que o Estado está quebrado e atolado em dívidas. Mauro Mendes também reclamou da postura do atual governo, que não estaria repassando documentos importantes, fazendo com que sua equipe de transição tenha que apelar, inclusive, ao Portal da Transparência".

 

">

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros