Terça-feira, 16 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

Polícia Sábado, 01 de Outubro de 2022, 09:47 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 01 de Outubro de 2022, 09h:47 - A | A

BRIGA DE VIZINHOS

Três pessoas são executadas dentro de quitinete em Rondonópolis

À polícia, o suspeito confessou outros homicídios na cidade e no Paraná

CLARYSSA AMORIM
Da redação

Três pessoas foram mortas na noite desta sexta-feira (30), dentro de uma quitinete em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá). De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia foi acionada, por volta das 18h20, para atender um homicídio triplo no bairro Residencial Parque Universitário.  

Ao chegar no local, os policiais encontraram duas pessoas dentro de uma quitinete e uma terceira vítima na quitinet em frente. As três vítimas foram identificadas como: Márcia Henrique de Azevedo, de 53 anos; Eduardo Sousa Mendes, de 20 anos, e Marcelo Henrique da Silva Cardoso, de 21 anos. 

A PM encontrou o suspeito dentro de uma quitinete que confessou os três homicídios. Conforme consta no boletim de ocorrência, o suspeito chegou do trabalho e começou a discutir com uma das vítimas. Em seguida, ele foi até a sua casa e pegou o revólver calibre 38 e atirou contra a primeira vítima. Depois ele recarregou a arma e atirou no segundo homem que estava no banheiro tomando banho na mesma quitinete que a primeira vítima. 

A terceira vítima, a Márcia Henrique foi baleada pelo suspeito na quitinete da frente, pois segundo ele, ela teria partido para cima dele, tentando impedi-lo. 

Depois das execuções, o suspeito relatou que tomou banho, lavou as roupas que estava usando e uma bota, que estava usando e acabou deixando "pegadas" de sangue pelas quitinetes. 

Na delegacia, o suspeito informou que é autor de outros homicídios, como um de 2012, em que matou o seu tio. Outro no Paraná, em 2019, que matou a sua esposa e jogou o corpo em um rio, e um outro em março deste ano em Rondonópolis. 

O suspeito foi levado à delegacia. 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros