Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019, 15h:45

Tamanho do texto A - A+

Polícia prende segunda travesti envolvida em esquema de "disque entrega" de drogas

Por: LUIS VINICIUS

A travesti Layanne Farias Santos, 29 anos, foi presa pela Delegacia de Repressão ao Entorpecente (DRE), na tarde de quarta-feira (11), no bairro da Manga, em Várzea Grande. A suspeita é um dos alvos da “Operação Deliveryman”, que visa desarticular uma quadrilha que comercializa drogas na modalidade “disque entrega”. A jovem não tinha sido presa ainda, pois no momento da ação policial, ela estava em motéis comercializando entorpecentes. 

travesti layanne farias.jpg

 A travesti Layanne Farias Santos, 29 anos, foi presa no bairro da Manga, em Várzea Grande

De acordo com o delegado titular da unidade policial, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, Layanne utilizava de programas sexuais para comercializar e entregar entorpecentes aos seus clientes. Segundo a investigação, os usuários entravam em contato com a suspeita por meio de Whatsapp e além de combinar o encontro sexual, escolhiam o tipo de droga e a quantidade.

“No horário da deflagração da operação, ela não estava na residência, pois estava em motéis comercializando e entregando entorpecentes aos seus clientes. No entanto, nós continuamos os trabalhos e conseguimos localizá-la, em sua residência”, disse Teixeira ao HNT/Hipernotícias

Após a prisão, a travesti foi levada à DRE para procedimentos. Ela deverá passar por audiência de custódia na tarde desta quinta-feira (12), no Fórum de Cuiabá, para o juiz plantonista verificar as procedências da prisão e para qual presídio a suspeita deverá ficar à disposição da Justiça.

A operação

Na manhã de quarta-feira (11), uma outra travesti foi presa pela Polícia Civil. Trata-se de Natasha Montiny Barbosa da Cruz, 28 anos. Ela foi encontrada com um veículo de luxo, no bairro Pedregal, na cidade de Cuiabá.

Natasha foi presa em uma residência do bairro. Com ela, os agentes encontraram uma porção de maconha, um veículo Honda HRV e uma máquina de cartão.

Além delas, foram presos, Douglas Guilherme Silveira Chaves de Moraes, 22 anos, Tainara da Costa Barbosa, Irlan do Oliveira do Nascimento, Edson Silva de Almeida, Ruan Junior Botelho da Silva, 31 anos, e Franquis Paulo dos Santos, 36 anos.

Eles são suspeitos de participarem de um grupo criminoso que comercializava drogas, na modalidade “disque entrega”. Os mandados judiciais, sendo oito ordens de prisão e 16 de busca e apreensão, foram expedidos pela 13ª Vara Especializada de Delitos Tóxicos de Cuiabá e foram cumpridos nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande.

 

Leia mais

 

Alvo de operação, travesti é presa com veículo de luxo no bairro Pedregal

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei