Segunda-feira, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

Polícia Domingo, 02 de Dezembro de 2018, 16:55 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 02 de Dezembro de 2018, 16h:55 - A | A

FACADAS POR CIÚMES

Polícia Civil prende homem que matou companheiro em Pontes e Lacerda

LEONARDO HEITOR

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na noite de sábado, um homem suspeito de ter matado seu companheiro, em Pontes de Lacerda. Wellington Rosa da Silva, de 36 anos, foi detido quando tentava fugir, horas depois de ter matado Otávio Jefferson Santos da Silva, também de 36 anos.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

policia civil

 

De acordo com a polícia, os dois moravam juntos e no interrogatório, Wellington Rosa da Silva contou que eles passaram o dia consumindo bebidas alcoólicas. Após uma discussão, ele acabou esfaqueando Otávio com vários golpes. Um deles atingiu o pescoço da vítima, que morreu no local.

 

O crime teria ocorrido por volta do meio dia de sábado, na casa do casal. A motivação, segundo os policiais, seria a de que Wellington estaria com ciúmes de Otávio, que supostamente estaria saindo com outro homem.

 

A prisão de Wellington foi feita após denúncia de uma pessoa que estava em um posto de combustível, que relatou ter ouvido o suspeito comentar que tinha matado uma pessoa. Ao se dirigirem à residência, juntamente com Wellington, os policiais encontraram o corpo de Otávio caído no chão com a garganta cortada, com muito sangue espalhado pelo quarto.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros