Polícia Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2020, 08:29 - A | A

Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2020, 08h:29 - A | A

OPERAÇÃO SHIELD

PF faz busca e apreensão em Mato Grosso para apurar ameaças a ministro do Supremo

G1

A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira (22), mandados de busca e apreensão em Mato Grosso para investigar ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e seus familiares.

Assessoria

Operação PF

Assessoria

A Operação Shield foi autorizada pela Justiça Federal de Mato Grosso e teve como objetivo reunir elementos sobre um investigado no município de Paranatinga (a 338 km de Cuiabá). Segundo a TV Globo apurou, ameaças eram dirigidas ao ministro Alexandre de Moraes e às filhas dele.

O investigado se identifica nas redes sociais como Ezequiel Souza Lopes. Em novembro, ele postou em uma rede social a seguinte mensagem: "Você Alexandre de Moraes e a sua família vai ser executada, e não tem mais volta você, você pediu isso, então toma tiro".

Por ordem judicial, os perfis do investigado em redes sociais foram bloqueados. Alexandre de Moraes é o relator de um inquérito instaurado "de ofício" em março do ano passado pelo então presidente do Supremo, Dias Toffoli, a fim de apurar ameaças a ministros do Supremo.

A operação realizada nesta terça no Mato Grosso não tem relação direta com o inquérito que tramita no Supremo.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Critico 23/12/2020

ESSES MINISTROS SAO UMA VERGONHA MUNDIAL. ELES RASGARAM A CONSTITUIÇÃO. SUAS DECISÕES SAO PROFERIDAS DE ACORDO COM SEUS INTERESSES.

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros