Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

Polícia Terça-feira, 12 de Julho de 2022, 11:25 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 12 de Julho de 2022, 11h:25 - A | A

CONFUSÃO

Mulher é agredida a pauladas, tapas e puxões de cabelo após reclamar de lixo de vizinha

No início da noite, a acusada ouviu os vizinhos a chamarem do lado de fora para resolverem o problema. Assim que saiu, foi agredida por uma das mulheres

MÁRCIA TOMAZ
Da Redação

Uma mulher foi agredida com tapas no rosto e pauladas nas costas por um vizinho na noite desta segunda-feira (11), no bairro Residencial Altamirando, em Rondonópolis (a 220 km de Cuiabá), após reclamar do lixo em frente à sua casa.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima acionou a polícia relatando que vem tendo problemas com os vizinhos que insistem em usar sua lixeira. Segundo ela, na manhã de segunda-feira, para se resguardar, ela tirou uma foto da lixeira, que estava lotada de lixo.

A vítima relatou ainda que, antes das agressões, ela reclamou do lixo na frente da casa e de problemas na fossa do vizinho, que causavam mau cheiro em sua residência.

No início da noite, a acusada ouviu os vizinhos a chamarem do lado de fora para resolver o problema. Assim que saiu no portão da casa, foi agredida por uma das mulheres, suas vizinhas, com um tapa na cara e puxões de cabelos.

Uma das suspeitas foi até a residência e pegou um pedaço de pau para golpear a vizinha nas costas, até que a vítima caiu ao chão. Outros vizinhos que moram na região intervieram na briga e conseguiram conter as agressoras.

A vítima e as suspeitas foram conduzidas à delegacia para providências que o caso requer.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros